Há sete anos falecia ex-governador Orleir Messias Cameli

Por Richard Silva, do Juruá em Tempo

O ex-governador do Acre, Orleir Messias Cameli, faleceu em 8 de maio de 2013, aos 64 anos, em Manaus, onde realizava tratamento contra câncer. A viúva Beatriz Cameli rememora os sete anos do falecimento do esposo e sua trajetória na política.

“Hoje recordamos mais um ano do falecimento do querido Orleir Messias Cameli que para o povo do Acre foi uma grande perda, pois ele tinha todo o cuidado com as pessoas, idosos e crianças. Como cidadão, neste momento de pandemia, estaria agindo para ajudar o próximo”, destaca Beatriz.

No ano de 1992, Orleir foi eleito prefeito de Cruzeiro do Sul, permanecendo no mandato por apenas 15 meses. Ele deixou o executivo municipal para se candidatar ao Governo do Acre. Eleito em 1994, Orleir ficou no cargo de governador durante o período de 1995 a 1999.

Orleir Cameli e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso

“Orleir deixou muitos líderes, a exemplo do seu sobrinho e atual governador Gladson Cameli, que também tem se empenhado para cuidar do povo do Acre. Quando pensamos na morte, sabemos que ela é mais forte que a vida; mas o amor é mais forte do que a morte”, endossou a viúva.

Tio do atual governador Gladson Cameli (PP), Orleir foi um gestor popular e até hoje é lembrando, em especial, no Vale do Juruá. Beatriz Cameli reside em Cruzeiro do Sul.

Beatriz Cameli recorda 7 anos do falecimento do ex-governador Orleir Cameli:

Quando passamos por doenças, mortes, pandemias, como agora, sentimos sempre uma grande aflição, com sentimentos negativos, com imensa preocupação. Hoje, dia 08 de maio lembramos uma vez mais o falecimento de nosso querido Orleir Messias Cameli.

Foi uma grande perda para o povo do Acre, desse homem que tinha todo o cuidado para com seu povo, para com os idosos, doentes, crianças. Imagino o que ele estaria fazendo nesse momento, como cidadão, não como político, mas como o ser humano que ele sempre foi, no apoio, na proximidade de sua gente. Ele, com certeza, estaria muito empenhado em atitudes positivas de ajuda, de humanidade, solidariedade e caridade, que sempre foram marcas de sua existência e que eram conhecidas por toda a população do Estado.

Orleir se foi de forma tão prematura, acredito,  por uma vontade de Deus, a nos mostrar que a essência da vida ensina que, quando uma árvore frondosa morre, antes, ela lança sementes que vão frutificar e fazer nascer novas plantas, difundindo e completando esse ciclo maravilhoso da existência. Tenho certeza de que Orleir deixou muitos exemplos e sei que sempre surgirão novos líderes com a mesma mentalidade, a levar seu legado, como o atual o governador Gladson Cameli, que está tão presente no esforço maior de cuidar de seu povo.

É certo que a morte pode ser mais forte que a vida, mas e certo também que o amor é mais forte que a morte. E foi esse amor que Orleir colaborou para espalhar a sua volta. Fica aqui minha mensagem de gratidão, em nome de toda a família, pelo carinho que todos têm por Orleir Messias Cameli e que sempre têm demonstrado.

Mando também minha homenagem e lembrança, nesse momento tão difícil, a todas as mães, que representam a força para incentivar e manter unidas as famílias. Desejo, por ocasião da proximidade do Dia das Mães, que haja paz, é muita espiritualidade em todos. Muito obrigado.

Beatriz Barroso Cameli e família

Related Articles