Facção B13 se instala em Jordão

Nem mesmo o isolamento foi capaz de impedir a chegada da facção B13 à cidade de Jordão, no interior do Acre, cujo acesso só é possível por via fluvial ou área. 

Membro de facção escreve inicial do grupo criminoso B13 no banco da quadra. Foto: Portal Tarauacá

Os sinais da presença da facção que disputa território contra o Comando Vermelho ( CV) estão registrados na quadra de grama sintética da cidade, no bairro Lindolfo Mateus ( bairro Novo). As iniciais do grupo e uma frase contra o grupo rival está grafado em letras bem visíveis no banco local de lazer dos moradores.  

Frase contra o rival CV

Embora não seja novidade para os municípes que circula bastante drogas na cidade, principalmente maconha, plantada no próprio  município, ninguém esperava que a facção pudesse se instalar na pacata cidade. 

Segundo o IBGE, o município tem cerca de 8.200 habitantes, dos quais 40% são indígenas, da etnia Kaxianawa ( huni kui). Desses oito mil, cerca de 5 mil vivem na cidade. 

A população ficou assustada ao saber que membros da facção escreverem frases no banco da quadra, uma demonstração da instalação do grupo criminoso que surgiu nos presídios do Acre e é filiada ao Primeiro Comando da Capital ( PCC)- originária de São Paulo. 

B13 e PCC
Foto: Portal Tarauacá

Segundo as  autoridades ouvidas pelo Portal Tarauacá , a fuga do grupo para Jordão, cidade pequena e isolada , é motivada porque o B13 perdeu muito espaço para a facção rival ( CV). Inclusive, em Tarauacá, cidade que os jordanenses tem acesso por via fluvial, o CV praticamente comanda todas as bocas de fumo. Já nos municípios do Vale Juruá, principalmente Cruzeiro do Sul , segunda maior cidade do Estado, praticamente não existe mais membros do B13. 

Na guerra entre faccionados, o grupo carioca conseguiu dominar os rivais. Várias mortes foram registradas no final de 2018 e praticamente todo ano de 2019. Quando o CV dominou Cruzeiro do Sul, houve comemoração com vários disparos. 

Questionado pelo jornalismo do Portal Tarauacá, o Tenente Fortunado, comandante da Polícia Militar de Jordão, garantiu que a permanência da  facção têm dias contados no município. ” Estamos investigando o caso. Membros de facção não terá vida fácil aqui. A PM não vai permitir que facção nenhuma cresça na nossa cidade. A resposta será dada de acordo com os rigores da lei”, garantiu o Tenente. 

Por Portal Tarauacá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *