segunda-feira, abril 12, 2021

Com enchente de rios e igarapé, Mâncio Lima decreta situação de emergência

A cidade de Mâncio Lima, decretou situação de emergência nesta sexta-feira (27) devido à enchente dos rios Azul e Moa e igarapés. Segundo a Defesa Civil Municipal, há mais de três mil ribeirinhos e indígenas afetados pelas enchentes.

O órgão falou ainda que essas pessoas totalizam de 400 a 500 famílias afetadas. Alguns dos moradores já saíram de casa para ficar com parentes, mas outros permanecem nas residências.

“São moradores da zona rural dos rios Azul e Moa. Esses são os dois rios maiores, mas temos o Igarapé Samaúma, que tem 50 famílias, o Novo Recreio, que temos mais 40 famílias, o São Pedro com mais 40 famílias. Temos as aldeias com mais de 100 famílias, o Rio Azul com 147 famílias. São vários”, explicou o coordenador da Defesa Civil da cidade, Jean Almeida.

Ainda segundo o coordenador, toda a população ribeirinha foi afetada. De acordo com ele, há morador que perdeu a produção de alimentos, que somam uma média de 150 famílias e precisaram sair de casa.

“Fica ruim de montar abrigo porque na maioria das vezes são muitos dispersos, vão para terra firme, como chamam, qua são casas de parentes”, acrescentou.

Almeida ressaltou que a prefeitura vai sair ao longo dos rios, no domingo (29), para verificar a situação dos moradores e levar ajuda.

“Nosso papel agora é informar a Defesa Civil Nacional por meio do sistema de desastres. Já entrei em contato com o coronel James, que é o coordenador estadual da Defesa Civil, fiz todos os trâmites que precisam sem feitos para a gente iniciar, e o coronel se dispôs a ajudar no que for preciso, principalmente para homologar a situação de emergência”, concluiu.

Com G1 e Juruá em Tempo

Popular