Jordão: Prefeitura, Sebrae e SEPA planejam ações que serão desenvolvidas no município em 2020

A Prefeitura de Jordão, representada pelo secretário de Produção e Sustentabilidade Luís Meleiro, esteve reunida com os representantes do Sebrae e técnicos da Secretaria Estadual de Produção e Agropecuária (SEPA) para discutir as ações que o município vai desenvolver em 2020 com apoio das instituições.

Meleiro também esteve reunido com os técnicos do Programa de Desenvolvimento do Acre (PDSA) que estão visitando as aldeias indígenas do baixo rio Jordão, cujo objetivo é fazer o acompanhamento da primeira fase do programa e enviar o relatório ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). As atividades do governo do Estado são financiadas pelo banco e se as atividades atender o que foi planejado em cada fase do PDSA são liberados mais recursos. Nas aldeias, o governo investiu na distribuição de mudas de fruteiras com intuito de fortalecer a cadeia alimentar. Mas em outras regiões, o investimento foi na área de saúde, por exemplo, na aquisição de ambulância, investimento em açudes, dentre outras atividades produtivas que receberam fomento do governo.

Dentre as atividades que o Sebrae e a SEPA vão contribuir será na realização do festival Maxi Mani ( festival da banana),  na criação e fortalecimento das cooperativas. Além disso, a SEPA por meio de seus técnicos continuará mantendo o apoio para emissão do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e DAP (Documento de Aptidão ao Pronaf). Esses documentos são essenciais para o produtor ter acessos as linhas de créditos do programa Mais Alimento, financiamento da produção e reflorestamento de sua área de terra.

O Sebrae foi representando pela Laís Mapes e Pedro Freire, já a SEPA foi representada pelo Souza Sombra (coordenador no município), Hidelk e  Vicente, ambos técnicos de pasta estadual.

Segundo Meleiro, o objetivo deste planejamento é desenvolver ações integradas, pois com o apoio do Estado e do Sebrae “ atividades realizadas pelo município terão um alcance maior e isso gera renda para quem produz”.

Por Leandro Matthaus

Portal Tarauacá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *