segunda-feira, abril 12, 2021

Edvaldo Magalhães cobra explicações do Depasa quanto ao não pagamento de gratificações

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) cobrou o pagamento da Gratificação de Atividade de Saneamento (GAS) aos servidores do Depasa, que atuam diretamente no serviço de operação e manutenção do sistema de distribuição de água e esgoto. O parlamentar disse que as gratificações, em certo casos, chegam a representar 30% do salário desses trabalhadores. São dois meses de atraso.

“São as pessoas que estão expostas a qualquer hora. Não existe sábado, domingo e feriado. São pessoas que teriam direito a periculosidade. O Depasa está deixando de pagar esses servidores essa gratificação. Isso representa quase 30% na maioria dos casos sobre os salários deles”, disse o parlamentar ao lembrar um direito conquistado em 2015.

O deputado, que preside a Comissão de Serviço Público, Trabalho e Municipalismo, ressaltou que vai acionar o diretor-presidente do Depasa e o secretário interino da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) para que estes informem os motivos pelo atraso no pagamento.

“Como presidente da Comissão de Serviço Público vou estar acionando o diretor do Depasa e o secretário interino da Seplag para que envie informações imediatas à Comissão sobre quando vão corrigir essa injustiça. São dois meses que estão deixando de pagar esses servidores”, pontuou.

Por Juruá em Tempo

Popular