Dez anos sem Zilda Arns: a médica que dedicou a sua vida inteira na luta contra a mortalidade infantil

Há dez anos, o mundo perdia a idealizadora do maior programa de combate à mortalidade infantil do mundo. A médica Zilda Arns, criadora da Pastoral da Criança, morreu durante um terremoto que devastou o Haiti no dia 12 de janeiro de 2010.

Foi em 1983 que, então, a madre Eugenia Pietá procurou a doutora Zilda Arns porque não suportava mais enterrar túmulos pequenos com os anjinhos dentro.

A Pastoral atravessou limites e chegou nas regiões mais precárias, onde médico nenhum havia chegado. Por onde passavam, o grupo distribuía para as mamães a famosa ‘multimistura’, uma farinha rica em nutrientes que aproveita alimentos simples como farelo de arroz, sementes de abóboras, folhas de mandioca e até cascas de ovos.

Além disso, eles descobriram uma verdadeira poção mágica: o soro caseiro, com água, sal e açúcar. Esse remédio simples que hidratava os pequenos, fez salvar uma nação de brasileirinhos.

Zilda, além de dedicar seu tempo e atenção às crianças, também fazia questão de reunir os familiares e unir as pessoas que amava. Em depoimento, os irmãos Phelippe e Heloisa Arns só conseguem fazer elogios.

G1 Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *