Jenilson rebate Gladson e diz que foi retirado direitos sim com a reforma da previdência, e que governador precisa assumir seus atos

Foto: Jardy Lopes

O deputado estadual Jenilson Leite ( PSB) , vice-presidente da ALEAC, disse que o governador Gladson Cameli precisa falar a verdade sobre a reforma da Previdência estadual. Pois durante coletiva com a imprensa, na manhã desta quinta-feira (28), o governador afirmou que a nova Previdência não tira direito, mas garante o pagamento de todos.

Para o deputado, quando o governador diz que a nova Previdência não retirou direito, ele falta com a verdade. ” Uma pessoa que ia se aposentar daqui a cinco anos, agora vai ter que esperar dez para poder se aposentar. Isso é retirada de direito ou não?. Além disso, aumentou a idade mínima para se aposentar e o tempo mínimo de contribuição para fazer jus ao benefício”, questiona o deputado.

Segundo Jenilson, o que foi mantido foi graças a luta dos deputados de oposição e dos servidores através das representações sindicais. “O governo mandou para a Assembleia o projeto que retirava sexta parte, licença prêmio, auxilio funeral, Lei Naluh. E nós encampamos esta luta e conseguimos manter. A verdade é essa. Não foi bondade do governo, foi a luta dos trabalhadores do Acre que garantiu a manutenção desses direitos”.

Segundo Jenilson Leite, o governador precisa assumir o ônus de suas ações. “Ele pode dizer que fez a reforma pois é necessário para diminuir o déficit previdenciário. Mas querer dizer que não houve retirada de direito é faltar com a verdade”.

Jenilson afirmou ainda, que os deputados oposicionistas e o sindicatos sequer estão fazendo o uso político disso. ” Quando o governador diz que não houve retirada de direito, está afirmando que os deputados de oposição e sindicatos estão mentindo. Nós não estamos fazendo uso político dessa atitude contra os direitos do povo que o governador tomou, estamos apenas defendendo os funcionários públicos do Acre”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *