domingo, setembro 20, 2020

Mais um afago de Marilete Vitorino aos servidores:Prefeita assina projetos de lei que cria auxílio-alimentação e abono para servidores da saúde

A gestão de Marilete Vitorino é marcada pela relação   conflituosa entre o executivo e o quadro de funcionários, na grande maioria os servidores triunfaram na justiça contra as ações da gestora. Mas é verdade também que é o governo que mais concedeu afagos aos servidores. 
Matéria da assessoria 
Na tarde desta terça-feira, 26, a Prefeita Marilete Vitorino, ladeada do Secretário de Saúde Pedro Cláver, e da Secretária Municipal de Administração Emili do Vale, anunciou os dois projetos de lei de sua autoria, com os quais instituirá o auxílio-alimentação e o abono de final de ano em prol dos servidores da Secretaria Municipal de Saúde. 
 O primeiro Projeto de Lei nº. 32/2019, cria o auxílio-alimentação, no valor de R$300,00 (trezentos reais), por prazo indeterminado. Já o segundo Projeto de Lei nº. 33/2019, institui o abono excepcional de fim de ano, no valor de R$500,00 (quinhentos reais). 
Os projetos constituem medidas de estímulo e motivação ao bom desempenho da função pública, e serão exigidos critérios para que o servidor faça jus ao benefício. 
Dentre os critérios, estão previstos produtividade e eficiência, consistentes no cumprimento das metas instituídas pelo Ministério da Saúde (MS), no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), além de frequência e assiduidade no exercício da função. 
O não cumprimento das metas dos programas de saúde do Governo Federal poderá ensejar à equipe responsável pelo cumprimento das metas, a suspensão na percepção do benefício. 
Com estes critérios, a administração prevê o aperfeiçoamento dos serviços de saúde. Nesse sentido, o auxílio-alimentação será pago por dia de efetivo trabalho, na razão de R$13,64 (treze reais e sessenta e quatro centavos), e na proporcionalidade de 22 dias. 
Em sua fala, a Prefeita esclareceu os pontos importantes dos projetos, interagiu com os servidores, respondeu perguntas e foi aplaudida. A gestora lembrou que a Secretaria Municipal de Educação já conta com o auxílio-alimentação. 
Ao final do encontro, a Prefeita assinou os dois projetos de lei que serão encaminhados à Câmara Municipal de Vereadores para votação, após ouvido o Conselho Municipal de Saúde, que é o órgão colegiado consultivo e fiscalizador no âmbito da saúde municipal. 
Por Gilson Amorim e Marcos Vitorino
Leandro Matthaus
Leandro Matthaus é graduado em Letras Português pela UFAC, radialista e narrador esportivo. Atuou nos sites Acrenoticias.com, Blog do Kaká, Tarauacá Agora, foi assessor de comunicação da Prefeitura de Tarauacá. No rádio, tem passagens pelas Rádio Nova Era FM 87,9 e Jordão FM 88.5 Cultural. Tem um programa na Rádio Juruá FM 100,9 (Programa Mistura Fina). Além de ser Vascaíno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...