Isaac Piyãko participa de Encontro Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados

Marechal Thaumaturgo, mais especificamente, a Aldeia Apiwtxa, do povo Ashaninka do Rio Amônia, recebeu no último fim de semana magistrados de todo o país, que participaram do 3° Curso de Formação de Magistrados. A capacitação foi realizada pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam).

O inédito encontro, tanto no estado quanto no município, contou com a presença de mais de 30 juristas brasileiros, dentre: juízes estaduais e federais, promotores, desembargadores e procuradores regionais da República, oriundos do Acre, Amazonas, Rondônia, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

O encontro proporciona que os magistrados de diferentes áreas de atuação do direito preencham uma lacuna em sua formação, relativa aos direitos dos povos indígenas, de modo que conheçam e vivenciem seus costumes, tradições e cultura indígena para que possam ter uma nova visão dos processos relacionados aos povos tradicionais.

Durante dois dias na Aldeia Apiwtxa, os participantes conheceram e vivenciaram a cotidiano do povo Ashaninka, etnia referência em sustentabilidade, reflorestamento e preservação da natureza. Também tiveram a oportunidade de conhecer o projeto Pedagógico da Escola Samuel Piyãko (processo de ensino/aprendizado), criação de tracajás, cooperativismo, sistema agroflorestal, roçado, comidas e bebidas típicas, participando da festa da piyarentsi (caiçuma).

Entre os destaques do evento, a palestra sobre “O Poder Judiciário e os Direitos Indígenas”, ministrada pelo do procurador da República, Feiricio Pontes, que contou com a participação e contribuição do prefeito Isaac Piyãko e de seus irmãos Francisco, Moisés, Bênki, Bebito, Dora e Alexandrina Piyãko.

Por Juruá em Tempo 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *