CPI da Energisa decide prorrogar por mais 90 dias as investigações

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga supostas irregularidades praticadas na cobrança de energia elétrica no Acre decidiu prorrogar por mais 90 dias as investigações. O objetivo agora é fazer as oitivas, envolver toda a bancada federal em Brasília e acompanhar no Tribunal Regional Federal da 1º Região, sediado em Porto Velho (RO), os processos que tramitam, principalmente a decisão do juiz federal Jair Facundes contra a Energisa.

Além do presidente da Comissão, deputado Daniel Zem (PT), participaram os deputados Edvaldo Magalhães (PCdoB), Vagner Felipe (PSC), Roberto Duarte (MDB) e Jenilson Leite (PSB). Segundo Daniel Zen, a prorrogação por mais três meses atende as necessidades da CPI ter mais condições de chegar a um relatório final bem fundamentado. Para ele, a Comissão está realizando seu trabalho sem estardalhaço com o claro objetivo de dar uma resposta à população a questão a eventual questão da cobrança irregular de energia.

Ainda este mês os membros da CPI devem ir à Brasília procurar o líder da bancada federal, senador Sérgio Petecão (PSD), para mais uma rodada de conversas com o Ministério de Minas Energias. A visita ao TRF da 1º Região também deverá acontecer os próximos dias. Sobre as oitivas, a CPI vai começar a convidar pessoas para serem ouvidas a partir de agora. Poderão vier diretores da Energisa, autoridades, organizações da sociedade civil e pessoas do povo.

Por Astério Moreira, ac24horas.com 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *