Comandada pelo ex-jogador Adir Pereira, Escolinha de Futebol Didi Farias atende 500 crianças em Jordão

O esporte, em especial o futebol, sempre fez parte da vida do ex-jogador Adir Pereira. Que defendeu as cores do Juventus do Acre, o clube do povo, na década de noventa, em Rio Branco. Depois do Juventus, continuou jogando futebol amador nos clubes de Tarauacá, sua terra natal, mas só isso não bastava ao veterano Adir.

Este ano, Adir a convite do seu amigo Esperidião Júnior foi residir em Jordão, município vizinho a Tarauacá, para trabalhar a disciplina de Educação Física com os alunos das escolas estaduais na zona rural, contudo, a ideia não possível ser viabilizada.  

Daí o atual gestor do município, Élson Farias, um palmeirense apaixonado por futebol, chamou o ex-atleta para desenvolver um trabalho esportivo numa escolinha que levasse o nome do seu pai, Dinísio Fárias “Seu Didi”, como era conhecido na cidade.

Adir pediu para que o seu amigo Flávio Santos, um dos grandes idealizadores de escolinha de futebol em Tarauacá, montagem um projeto que pudesse receber recursos públicos através da Lei de Incentivo ao Esporte, ainda não recebeu recursos mas vai inscrever o projeto no próximo edital.

A escolinha

Antes de iniciar os trabalhos da escolinha, Adir foi nas três escolas da zona urbana conversar com as crianças e direção, para pôr o projeto em execução. A ideia era trabalhar com crianças de 8 a 15 anos dos três colégios, mas no final das contas até as de 5 anos estão sendo atendidas na escolinha, nos dias de sexta-feira.

Atualmente 500 crianças são beneficiadas, as que estudam de amanhã participam no período da tarde e vice-versa. Elas aprendem conceitos básicos de futebol, fazem exercício físicos, recebem motivação para seguir estudando e se desenvolvendo para progredir na vida. Segundo Adir, o objetivo principal da escola é tirar essas crianças das ruas, livrar do álcool e das drogas (maconha) por meio do esporte.

A prefeitura contribui disponibilizando bolas e pessoas para auxiliar o trabalho de Adir e com bolas, mas falta muita coisa ainda para que possa se desenvolver um trabalho melhor, por exemplo, uniformes completos para essa criançada. Com apenas três meses de trabalho, a escolinha já ganhou outros parceiros além da prefeitura, um deles é o secretário municipal de educação, Raimundo Vieira.

Adir conta que algumas autoridades após conhecer o trabalho prometeram auxiliar, dentre elas, a desembargadora Eva Evangelista, que esteve em Jordão participando do Projeto Cidadão. No dia 1º de agosto, ao lado de Raimundo Vieira, ele vai se reunir com a desembargadora.  Quem também prometeu auxiliar a escolinha foi o deputado federal Jesus Sérgio, e o defensor público Dr. Gerson.

Adir pede que as pessoas que queiram contribuir com a escolinha lhe procurem, pois estarão contribuindo para o progresso de centenas de crianças.  Além disso, o ex-jogador destaca que as escolinhas têm um papel fundamental na formação social das crianças e adolescentes. “Um dos fatores de maior destaque nas escolas de futebol é a possibilidade de os alunos interagirem em grupo, já que a modalidade esportiva requer a formação de times.  Juntar-se a uma equipe esportiva dá às crianças um sentimento de pertencer a algo e a oportunidade de fazer novos amigos. Além disso, envolver-se em um esporte também é um modo de as crianças terem outro círculo social fora da escola”.

crianças da escolinha se abraçando

Deputado Jesus Sérgio visita escolinha
Adir com a desembargadora Eva Evangelista
Adir e parceiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *