Jordão: no 27° aniversário de emancipação política, Câmara concede 21 moções de aplausos e 10 títulos de Cidadão Jordanense

O parlamento jordanense realizou uma sessão solene alusiva aos 27 anos de emancipação política e administrativa , na sexta-feira (26), para homenagear com títulos de “Cidadão Jordanense” e moções de aplausos as pessoas que contribuíram e contribuem para o progresso do município. 

O legislativo concedeu 21 moções de aplausos e 10 títulos. Dentre as personalidades homenageadas com o título estão o empresário Raimundo Damasceno, o secretário municipal de educação do município Raimundo Vieira, o subtenente da Polícia Militar Flávio Martinho. Cada vereador indicou uma pessoa e o prefeito também pôde fazer uma indicação. O médico Elielson Aguiar também passa ter o gentílico jordanense.

Já na parte das moções de aplausos, o radialista Mauro Brito que tem um legado na área da comunicação , e o professor de Jiu-jitsu Franquinei Araújo que desenvolve um trabalho social com crianças carentes foram agraciados. Lideranças indígenas, como a Rita Kaxinawá, a primeira mulher indígena de Jordão a disputar uma eleição em solo local , recebeu a moção das mãos da presidente da Casa, Meire Sérgio. 

A sessão solene contou com a participação de todos os ex-prefeitos vivos: Hilário Melo e Esperidião Júnior, e do atual chefe do executivo Élson Farias,  na qual foram homenageados com um vídeo contando suas trajetórias de vida e, também do município. 

Na abertura dos trabalhos legislativos, o grupo indígena por nome Kayatíbu cantaram músicas na sua língua ( huni kui). O grupo visa o fortalecimento da cultura Kaxinawá em Jordão, povo que representa 40% dos habitantes do município. 

A lei de concessão de títulos aos que não nasceram em Jordão pelo legislativo é de autoria do ex-vereador Tom Sérgio. 

Por Leandro Matthaus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *