segunda-feira, julho 6, 2020

Para custear faculdade de pedagogia, taraucaense trabalhou fazendo unhas e vendendo adesivos

A taraucaense Andreia Silfer, de 30 anos,  realizou o sonho de concluir um curso superior semelhante a milhões de brasileiros que também almeja este feito. Contudo, para lograr êxito ela teve que fazer unhas e vender adesivos que embelezam as unhas de dezenas de conterrâneas. 

Andreia conta que quando iniciou o curso  trabalhava como secretária na casa de Nazaré,  que presta serviço social no bairro da Praia, em Tarauacá, na época sob os cuidados da irmã Nelda. ” Quando comecei a fazer o curso de Pedagogia na Unopar, eu trabalha como secretária na Casa de Nazaré da irmã Nelda,  mas devido algumas mudanças, dentre a falta de apoio do governo com a Casa de Nazaré,  eu fui  demitida. A partir daí comecei a trabalhar como manicure e vender adesivos, pois precisava continuar estudando”, conta. 

Andreia se formou em 2018, mas somente agora o fotógrafo disponibilizou as fotos. 

Na sua página na rede social, ela fez um agradecimento especial ao marido Poty e também sua mãe que contribuíram para o seu sucesso na faculdade, auxiliando a pagar as mensalidades. “Esse dia não tem palavras que possam transmitir a sensação..
Quando comecei minha faculdade, eu tinha meu emprego, mas como na vida tudo tem um começo meio e fim, fiquei desempregada, foi quando eu voltei a fazer unhas e adesivos, para me manter e pagar meus estudos, com muita dificuldade consegui vencer essa batalha na minha vida.
E quero dedicar essa conquista a duas pessoas que sem elas eu nao teria chegado ate aqui, MEU VEI POTY E MINHA RAINHA MINHA MÃE, eles que me ajudaram a pagar, eles que me deram forças pra lutar e nao desistir, eles que sempre acreditaram em min..
Agradeço muito à Deus pq sem Ele eu nao sou nada..
#gratidão (SIC)”. 

Segundo a nova pedagoga, este ano está trabalhando como atendente no Departamento Estadual de Trânsito, todavia, continua o trabalho de manicure. Ainda em 2018, já com o diploma na mao, ela conseguiu atuar como professora da rede pública municipal. 

Por Leandro Matthaus

Foto: Adailton Mascarenhas ( cedidas ). 

 

 

Leandro Matthaus
Leandro Matthaus é graduado em Letras Português pela UFAC, radialista e narrador esportivo. Atuou nos sites Acrenoticias.com, Blog do Kaká, Tarauacá Agora, foi assessor de comunicação da Prefeitura de Tarauacá. No rádio, tem passagens pelas Rádio Nova Era FM 87,9 e Jordão FM 88.5 Cultural. Tem um programa na Rádio Juruá FM 100,9 (Programa Mistura Fina). Além de ser Vascaíno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Coluna Diva: Lenilda Farias, a exuberância da mulher da terra do abacaxi

Confesso que estava morrendo de saudades de escrever sobre as belas mulheres e descrever a perfeição das curvas de seus corpos e, claro, falar...