A família Maia é um exemplo para o Acre, diz Jenilson durante inauguração de escola em homenagem a professora Cristina Maia.

 

Na manhã da última quinta-feira foi inaugurada na Cidade do Povo a escola estadual de ensino fundamental Cristina Maia. O colégio construído no conjunto de unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, para beneficiar moradores de áreas de risco ou alagadiças em Rio Branco presta uma homenagem póstuma à educadora Cristina Maia.

Cristina Maia, nasceu em Tarauacá e fez carreira no magistério com formação na área de geografia. Ela faleceu em 2016, sendo vítima de uma parada cardíaca.

Com mais de duas décadas de dedicação à educação pública, Cristina Maia era considerada uma professora notável pelas habilidades na aplicação de avaliações educacionais externas em todo o estado e também as avaliações dos municípios. Entre elas, a Avaliação Nacional de Alfabetização, a Prova Brasil e a Provinha Brasil, entre outros. A professora também foi representante do Ministério da Educação no Acre.

Cristina era irmã da procuradora do Ministério Público do Estado do Acre e ex-secretária de Segurança Pública, Salete Maia (em memória), do professor da Ufac, Sávio Maia, do professor e comerciante João Maia, e do juiz de direito Raimundo Nonato Maia, da Professora que formou gerações no município de Tarauacá Lurdinha Maia e ainda de Cleudo Maia, aposentado do exército.

A escola foi inaugurada pelo governador Tião Viana e o secretário estadual de educação Xaxá. Além do deputado Jenilson, também participou do ato o líder do PT na ALEAC deputado Daniel Zen.

Jenilson Leite parabenizou o governo pela da construção da escola na Cidade Povo, bem como pela escolha do nome em homenagem a sua conterrânea que tanto contribuiu para a Educação do Acre.

“ A família Maia é um exemplo a ser seguido e um orgulho para o Acre. Todos de origem humilde, vindo dos seringais de Tarauacá, através do estudo se fizeram pessoas de alta influência na construção de um Acre melhor, parabéns”, finalizou o Deputado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *