TARAUACÁ: EM ASSEMBLÉIA SERVIDORES DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL AMEAÇAM NÃO INICIAREM O ANO LETIVO EM 2019.

Sinteac realizou na tarde da última quinta-feira (06), uma assembleia geral dos trabalhadores em educação da REDE MUNICIPAL, para apresentar o resultado de negociações com a prefeitura no que diz respeito à Data Base Municipal do ano de 2018 que inclui a revisão do PCCR e reposição de perdas salariais.

Sem nenhum aceno de avanços por parte da secretaria municipal de educação a diretoria do sindicato vai apresentar nova proposta e se caso não for aceita a decisão unânime da categoria é não iniciar o ano letivo de 2019.

A PROPOSTA DO SINDICATO É A SEGUINTE:

  • Ampliação do abono de R$ 200,00 para R$ 400,00 para os professores e incorporação ao salário base.
  • Ampliação do abono de R$ 100,00 para R$ 200,00 para os servidores de apoio e incorporação ao salário base. Assim como, a incorporação ao salário para os que recebem complementação de salário mínimo.

O presidente Lauro disse que a paciência da categoria durou o ano inteiro. As negociações se arrastam desde o início de 2018 e que em 2019 as aulas não se iniciam se a categoria não for contemplada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *