quarta-feira, julho 15, 2020

Depasa diz não tem como comprar produto químico e que bombas estão quebradas

Em virtude da falta de água em vários bairros da capital, o Depasa emitiu Nota na manhã desta quarta-feira, 05, na qual alega problemas mecânicos, elétricos e financeiros.
O órgão informou que em 15 dias quebraram três grandes bombas de captação de água e um transformador que alimentava nove bombas de distribuição, espalhadas pela cidade.
Além disso, o diretor-presidente do Depasa, Moisés Diniz, afirmou com todas as letras que falta dinheiro para comprar de produtos químicos necessários para dá qualidade a água.
Ele classifica o problema como sendo grave, uma vez que a turbidez do rio Acre, no inverno, chega a aumentar até 150%, com mais lama e vegetais mortos na água.
“Quando a turbidez aumenta, nós temos que aumentar a quantidade de produto químico, para manter a qualidade da água. Como não temos dinheiro para isso, nossa saída é reduzir a vazão das ETAS, diminuindo a quantidade de água tratada e, consequentemente, a pressão, o que não permite a água chegar em determinadas regiões”, explica Moisés Diniz.
O diretor do Depasa declarou ainda que o órgão gasta dois milhões de reais apenas com produto químico. Apenas um aumento de 50% na turbidez da água, exigiria gastar um milhão de reais a mais.
“Nos próximos cinco dias, com o conserto da última bomba e utilizando um produto que ajuda na decantação, o polímero, nós vamos restabelecer a produção de água em Rio Branco, com 600 litros por segundo na ETA 1 e 950 litros por segundo na ETA 2”, explica o diretor.
Por fim, Moisés Diniz aproveitou para pedir desculpas à população pelos transtornos e dizer que o compromisso do Depasa é garantir produto químico e estrutura operacional até quinze de janeiro, para não produzir nenhum transtorno no início do novo governo.
ac24horas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Coluna Diva: Lenilda Farias, a exuberância da mulher da terra do abacaxi

Confesso que estava morrendo de saudades de escrever sobre as belas mulheres e descrever a perfeição das curvas de seus corpos e, claro, falar...