sexta-feira, agosto 7, 2020

Levantamento do IBGE confirma que mais da metade da população acreana vive na linha de pobreza

De acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, 5, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), quase metade da população do Estado vive na linha de pobreza. Porém, de acordo com o levantamento, o quadro se manteve estável. Em 2016, o percentual de pobres era de 47,6%. Em 2017, ocorreu uma pequena elevação, chegando a 47,7%.

Segundo a linha de proposta feita pelo Banco Mundial, a pobreza é definida para quem possui rendimento inferior a US$ 5,5 por dia (cerca de R$ 406 por mês). No Brasil, o contingente de pessoas que vivem na extrema pobreza recebe US$ 1,90 por dia (R$ 140 por mês). No Acre, o percentual de pessoas vivendo nestas condições é de 17,4%.

O estudo também mostrou que o Estado tem o maior índice de ausência de banheiro de uso exclusivo do domicílio (8,5% da população). Em relação ao saneamento básico, foi constatado que a cada mil acreanos quase 24 não tinham coleta de lixo (6,1%) e que a cada mil pessoas, 68,4 informaram que não tinha rede de esgoto. Outros setores como educação e falta de moradia também tiveram destaque negativo.

Renda

No ano passado, o rendimento médio mensal per capita domiciliar no Brasil foi de R$ 1.511. As menores médias foram no Nordeste (R$ 984) e Norte (R$ 1.011), regiões onde quase metade da população (respectivamente, 49,9% e 48,1%) tinha rendimento médio de até meio salário mínimo. Ainda nessas regiões, apenas 7,8% e 7,7% das pessoas possuíam rendimento mensal (de todas as fontes) superior a dois salários.

FONTE: Página20

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...