domingo, julho 12, 2020

Opinião: A pior prova do ENEM de todos os tempos!

Por Lininha Feitoza *

Sempre considerei a prova do ENEM , uma avaliação cidadã – que iria além de conteúdo – que explorava questões sociais com um viés pedagógico . Achava o máximo , inclusive !
Porém , em 2018, o exame ganhou mais uma nova roupagem , talvez , na tentativa de ser mais inovador ou quiçá para segregar ainda mais os alunos de escolas públicas.

Lininha Feitoza usando uma de suas fantasias para lecionar. Foto: arquivo pessoal

O recorte crítico e atual sobre a realidade sempre se fazia presente nas provas e embora exigisse uma ampla interpretação textual era possível de ser feito por alunos de ensino médio . Contudo , a pretensão deste ano foi mais uma Nova Educação Moral e Cívica , principalmente na prova de linguagens .

A prova estava simplesmente surreal , a de ciências da natureza e matemática , então … Jamais uma abordagem tão técnica assim – e isso inclui desde os enunciados até o conteúdo cobrado – corresponde ao currículo das escolas públicas brasileiras . A prova parecia um exame de doutorado e tenho certeza que se feita por profissionais da área de exatas , nos mais altos graus da educação , iriam hesitar em muitas das questões.

A prova estava um mix de desafios :
1- para saber o que de fato se pedia, visto que os enunciados possuíam uma linguagem excessivamente técnica ( sou licenciada em letras português e , ainda sim, tive dificuldade em compreender )
2- Para aliar o que se pedia da base comum
3- o nível das questões…

Enfim , espero por dias melhores , por provas melhores . Acho que o formato ENEM tem , sim , muitas virtudes. Principalmente , se as questões ideológico- panfletárias forem colocadas em plano menor e o protagonismo for o da busca por uma excelência de conteúdos , conciliando forma e conteúdo , tradição e modernidade , popular e erudito , mas SOBRETUDO que corresponda à realidade da educação do Brasil .

*Graduada em Letras Português pela Universidade Federal do Acre -UFAC. Professora da rede pública estadual de Educação. 

Leandro Matthaus
Leandro Matthaus é graduado em Letras Português pela UFAC, radialista e narrador esportivo. Atuou nos sites Acrenoticias.com, Blog do Kaká, Tarauacá Agora, foi assessor de comunicação da Prefeitura de Tarauacá. No rádio, tem passagens pelas Rádio Nova Era FM 87,9 e Jordão FM 88.5 Cultural. Tem um programa na Rádio Juruá FM 100,9 (Programa Mistura Fina). Além de ser Vascaíno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Coluna Diva: Lenilda Farias, a exuberância da mulher da terra do abacaxi

Confesso que estava morrendo de saudades de escrever sobre as belas mulheres e descrever a perfeição das curvas de seus corpos e, claro, falar...