quarta-feira, outubro 21, 2020

Bolsonaro vence em 4 estados que eram redutos do PT desde 2002

Por Lucas Vidigal, G1

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), venceu em 4 estados que deram vitórias ao PT no 2º turno em todas as eleições desde 2002: Amazonas, Amapá, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Minas Gerais e Rio de Janeiro são, respectivamente, o 2º e o 3º maiores colégios eleitorais do país, e foram fundamentais para a vitória de Bolsonaro. Juntos, respondem por 4,7 milhões dos 10,8 milhões de votos que o presidente eleito teve a mais que Fernando Haddad (PT) neste segundo turno.

No Amapá e no Amazonas, a vantagem de Bolsonaro em relação a Haddad foi menor: o presidente teve 1.480 a mais no primeiro, ou 0,4% dos votos válidos; e 9.586, ou 0,54%, no segundo.

Além de tomar 4 redutos do PT, Bolsonaro venceu em todos os 7 estados que, desde 2006, vinham dando a maioria dos votos ao PSDB no 2º turno: Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina e São Paulo.

Nesses locais, o presidente eleito venceu inclusive no 1º turno. Em São Paulo, estado que é o berço político do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, Bolsonaro obteve 53% dos votos válidos contra 9,52% do tucano no dia 7 de outubro.

No 2º turno, o percentual de votos do candidato do PSL saltou para 68% no estado, o maior avanço entre todas as unidades da federação. em 2018.

Enquanto Bolsonaro teve vitórias em portos seguros de petistas e tucanos, as de Fernando Haddad ficaram praticamente restritas a redutos de seu partido.

O candidato do PT venceu em 11 estados no 2º turno em 2018. Desses, 10 já vinham votando majoritariamente no partido desde 2002: Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Grande do Norte, Sergipe e Tocantins. O 11º é Alagoas, onde os presidenciáveis petistas só não venceram o 2º turno em 2002.

PT, PSDB, PSL

Esta foi a 5ª eleição consecutiva em que a corrida pela Presidência da República foi decidida no 2º turno. Até quatro anos atrás, a disputa era sempre entre PSDB e PT, que venceu todas até 2014.

Apesar das vitórias, a vantagem dos candidatos petistas em relação tucanos foi sendo reduzida:

  • Em 2002, Lula (PT) venceu em 26 das 27 Unidades da Federação
  • Em 2006, esse número caiu para 20
  • em 2010, Dilma (PT) ganhou em 16
  • Em 2014, o número caiu para 15

Em 2014, com Aécio Neves, o PSDB conquistou seu melhor desempenho desde 2002: o partido venceu em 12 UFs no 2º turno.

Essa trajetória, entretanto, foi interrompida em 2018, quando, com Alckmin, os tucanos ficaram de fora do 2º turno. Bolsonaro levou o até então nanico do PSL para a disputa contra o PT, e venceu em 16 das 27 UFs – todas as 12 que haviam votado em Aécio em 2014 e as 15 que escolheram Dilma (veja a evolução no gráfico acima).

Leandro Matthaus
Leandro Matthaus é graduado em Letras Português pela UFAC, radialista e narrador esportivo. Atuou nos sites Acrenoticias.com, Blog do Kaká, Tarauacá Agora, foi assessor de comunicação da Prefeitura de Tarauacá. No rádio, tem passagens pelas Rádio Nova Era FM 87,9 e Jordão FM 88.5 Cultural. Tem um programa na Rádio Juruá FM 100,9 (Programa Mistura Fina). Além de ser Vascaíno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...