sexta-feira, julho 10, 2020

TJAC já possui 1.200 audiências agendadas para a Semana Nacional de Conciliação

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) iniciou, nesta quinta-feira, 11, a mobilização para os cidadãos e instituições, que tiverem interesse na inclusão de seus processos nas pautas da XIII Semana Nacional de Conciliação, para que procurem a unidade judiciária que tramita o caso e informem o desejo de conciliar.

Criada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a Semana Nacional de Conciliação ocorre, anualmente, desde 2006, e tem a finalidade promover a cultura do diálogo entre as partes de um conflito. Nesta edição, que será realizada de 5 a 9 de novembro, o TJAC já agendou, até o momento, 1.200 processos para serem inscritos durante esses cinco dias de ação.

A corregedora-geral da Justiça, desembargadora Waldirene Cordeiro, destaca que todas as unidades do Tribunal de Justiça estão envolvidas para cumprir com o objetivo da resolubilidade mais rápida. Ela lembrou, ainda, que é possível procurar o tribunal para propor a conciliação a qualquer momento, não somente durante a Semana Nacional da Conciliação.

“Várias audiências já estão agendadas para fazer a composição, seja na área criminal ou nas áreas de famílias – que possuem uma composição significativa -, porém a área fazendária é a mais procurada em razão de fazer a composição com o Estado do Acre”, disse.

Na próxima semana, para facilitar a informação, o Portal de Notícias do TJAC disponibilizará um link para que possa ser comunicado, por parte dos advogados e as partes, o desejo de incluir o processo na Semana Nacional de Conciliação e indicar a vara que ele tramita.

Para uso interno, os servidores irão dispor ainda do “Sistema Conciliômetro” para acompanhar, em tempo real, os casos pautados em todas as unidades judiciárias do Acre.

Homologando soluções

É comum ocorrer conciliações em processos de guarda, que tramitam nas varas de família, pois os pais entendem a necessidade de priorizar a criança e seu desenvolvimento saudável. Outra demanda que possui bons índices de conciliação é o atendimento da Justiça Volante, na qual 66% das ocorrências se concluem por meio do diálogo, no local da colisão.

No entanto, muitas outras demandas cíveis podem se solucionar de forma mais célere, como conflitos sobre demissão do trabalho, danos morais, dívidas, partilha de bens e questões de vizinhança.

A XIII Semana Nacional de Conciliação pretende fomentar a pacificação social. Como ocorreu entre a empresa Vida Verde Construções Ltda. e a Companhia de Eletricidade do Acre, que concordaram em como resolver o mérito de três processos que tramitavam desde 2010.

(GECOM-TJAC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Coluna Diva: Lenilda Farias, a exuberância da mulher da terra do abacaxi

Confesso que estava morrendo de saudades de escrever sobre as belas mulheres e descrever a perfeição das curvas de seus corpos e, claro, falar...