Aprovados em concurso da PM não convocados protestam na frente da Casa Rosada

Aprovados no concurso da Polícia Militar do Acre que ainda não foram convocados pelo governo protestaram na manhã desta terça-feira, 31, na frente da Casa Rosada, gabinete oficial do governador Sebastião Viana, na avenida Brasil, no Centro de Rio Branco. Eles chegaram a fechar o acesso durante o protesto e usaram faixas em manifestação.

O concurso foi realizado em abril de 2017 para provimento de 250 vagas na Polícia Militar do Acre. Os aprovados já passaram por todas as etapas exigidas. Foram submetidos a teste físico, exame psicológico, investigação criminal e social.
De acordo com Seir Alexandre Gomes, representante da classe, além de não seguir o prazo previsto, o governo mudou o edital depois que todas as etapas foram concluídas.
“O concurso tinha validade de seis meses e nós seríamos convocados até dezembro, mas o governo prorrogou por mais dois anos com possibilidade para prorrogar por mais dois anos”, informou.
A argumentação atual do governo é de que a possível convocação fere a Lei de Responsabilidade Fiscal. A categoria diz que o governo havia dado prazo de homologação do certame até sete de julho, mas não cumpriu.
“O que nós queremos é uma data que seja verdadeira. Deu até sete de julho para sair a homologação do concurso, última fase e tudo.”
O governador Sebastião Viana não estava na Casa Rosada no momento do protesto.
fonte: AC2Horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *