Direto de resposta do ex-prefeito Rodrigo Damasceno

Bom dia, recebi um convite por Parte de meu Partido para aceitar ser Pre-Candidato a Deputado estadual! E minha resposta de prontidão foi que iria pensar, mas que meu intuito seria ajudar e que para isso precisaria de uma reunião com os demais Partidos da Frente Popular, afinal de contas não pensava mais em me envolver diretamente com política, mas que em virtude dos novos acontecimentos em minha vida Abri essa possibilidade de discursão! E assim se sucedeu! Ocorreu a reunião e o que tivemos como resultado fora alguns questionamentos me chamando de “ingrato” por alguns dirigentes! Ora pensar em ajudar é ser “ingrato” mesmo tendo sido injustiçado e abandonado por alguns dirigentes e políticos como fui Pos eleição? Ora pensar na possibilidade de ser deputado e poder ficar perto da mimha família que está morando em Rio Branco por questão de saúde é ser “Ingrato”? Hoje meus companheiros, camaradas e amigos moro em Tarauacá enquanto meu filho e esposa moram em Rio Branco e a única razão que ainda me prende em Tarauacá é a vontade de não perder o vínculo e distanciar o amor que tenho para com meu Município! Então o que vcs chamam de “Ingratidão” eu chamo de “Amor”. É a possibilidade de ficar próximo a minha Família e seguir com o vínculo com meu Município! Mas como disse anteriormente estou pensando na possibilidade e gostaria que tivesse o respeito e a solidariedade dos demais diringentes partidários!

Rodrigo Damasceno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *