STF dá sinal que concederá HC contra prisão de Lula até decisão final da ação na Suprema Corte

A decisão do STF (Superior Tribunal Federal) de analisar o habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contrariando o pedido da PGR (Procuradoria Geral da República), e logo em seguida concederam por seis votos a cinco uma liminar que impede a prisão do petista após a análise dos embargos infringentes no TRF-4 em Porto Alegre, até o julgamento do mérito do HC que está pautado para o dia 04 de abril na mais alta Corte judiciária da nação.

A sessão que julgará o recurso apresentado pela defesa de Luiz Inácio Lula da Silva contra a decisão que aumentou a pena do ex-presidente no caso do triplex em Guarujá (SP) está mantida para segunda-feira (26) no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre.   

A decisão de seis a cinco, ainda que provisoriamente deu um alento aos petistas que já temiam a prisão de Lula no dia 26, segunda-feira. Mesmo que os embargos sejam negados, até mesmo porque não muda a sentença dos 12 anos e um mês, o ex-presidente do Brasil continuará solto aguardando a decisão final do STF.

O voto que era uma incógnita era o da ministra Rosa Weber, no entanto, nos dois votos ela foi favorável ao petista.

Se o sonho petista de evitar a prisão do ex- mandatário da nação era de 0,01%, aumentou para mais de dez.

Por Leandro Matthaus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *