Jéssica Sales descobriu literalmente o significado da palavra golpe

O tempo é o senhor de tudo, principalmente na apresentação de resposta, que diga a deputada federal Jéssica Sales ( MDB). 

A parlamentar foi uma das que ajudaram com o voto favorável no processo de impeachment, a pôr fim no mandado de Dilma Rousseff ( PT). Contudo, não sabia a filha de Vagner Sales que mais na frente a vítima do golpe seria seu pai, por conseguinte ela mesma. 

Vagner Sales, o leão do Juruá, quando prefeito da segunda maior cidade do Acre, Cruzeiro do Sul, elegeu a filha para a Câmara Federal com uma votação digna de muito aplausos. Ainda no comando da prefeitura, ressuscitou o morto político Ilderlei Cordeiro, e fez dele seu sucessor. 

Imaginava o Leão,  que continuaria a governar a prefeitura do gabinete de sua fazenda como nos tempos de outrora, ainda que indiretamente, lego engano. 

Tão logo assumiu,  Cordeiro, não o da bíblia, colocou seus planos políticos em ação . Contrariando o desejo de Vagner, lançou o tio pré-candidato por outra sigla. Dessa forma, os votos de cabresto dos funcionários mudarão do clã sales para o tio de Cordeiro.  Um duro golpe! Dificultando inclusive o retorno da congressista à Casa do Povo. Sendo pouco pessimista. 

O golpe continuou. Cordeiro de uma canetada só exonerou seis secretários aliados do ex-prefeito. A grande maioria estavam caminhando para os doze anos de chefia. Com isso, tirou toda e qualquer influência do Leão na prefeitura .

Na votação do impeachment, Jéssica disse que aprendeu com o pai a andar com o povo, por isso votaria sim, atendendo o desejo da população. 

Parece que o seu ex-aliado também aprendeu muita coisa com a votação daquele dia, não custa lembrar que ele estava no plenário da Câmara ao lado dela na hora da votação. 

Precisa dizer mais alguma coisa?

Por Leandro Matthaus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *