MDB de Flaviano Melo está blefando para conseguir chapão para federal

 

O PMDB, agora MDB, de Flaviano Melo está blefando quando diz que vai romper com o progressista Gladson Cameli, único nome na oposição capaz de vencer o candidato da FPA em outubro de 2018. 

A carta assinada pelo deputado federal em que diz que vai repensar as alianças não é motivada por causa de uma vice, todavia, porque os pré-candidatos à Câmara Federal pelos demais  partidos oposicionistas não aceitam ser escadas dos parlamentares do MDB. Uma vez que sabem, que dificilmente teriam 15 mil votos, além disso, não dispõe do aparato financeiro que os aliados de Temer têm. 

O próprio PP quer sair com uma chapa puro sangue ou coligados com siglas  com nomes que ninguém  tenha mandato. Sair candidato numa chapa com a Jéssica Sales, Major Rocha (PSDB) e Flaviano Melo significa dizer que servirá apenas como salvo conduto para o retorno deles ao Congresso Nacional. 

Flaviano sabe que o partido não tem uma chapa que garanta eleger nenhum candidato. O jeito é tentar forçar o PP a concordar em disputar todos juntos. 

O blefe é nítido porque não precisa ser um gênio em leitura política, uma vez que a candidatura do Cel. Ulisses não teria forças para vencer o petista Marcus Alexandre. 

Por Leandro Matthaus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *