domingo, julho 5, 2020

O DIA EM QUE O PALHAÇO TIRIRICA NÃO FEZ RIR (MOISÉS DINIZ)

“Esperei quatro dias pra escrever isso. Eu assisti o discurso do deputado Tiririca. Foi uma fala humilde, simples, mas, verdadeira, sobre o Congresso brasileiro.

É também o que eu sinto lá. Montaram uma máquina congressual que não tem representação das minorias, dos trabalhadores, dos indígenas. A mulher é a única minoria (mesmo sendo maioria na sociedade). A juventude que existe lá é apenas a constituída de filhos dos caciques políticos.

Mas, para que não se discuta esse congresso comprometido com a destruição da economia nacional, com os esquemas palacianos, a liquidação de direitos dos trabalhadores, o perdão de dívidas dos poderosos e com um grande número de parlamentares envolvidos na corrupção, é mais cômodo desmoralizar o Tiririca, destacar os seus votos equivocados, transformando-o em mais um “sujo falando do mal lavado”.

No Brasil, enquanto delatores se tornam heróis, o Tiririca não pode denunciar os políticos, por causa da forma que votou em alguns temas ou até mesmo porque não renunciou ao salário.

O que eu vi foi diferente: pela primeira vez, ouvi o Tiririca falar e ninguém rir”.

(Moisés Diniz).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Coluna Diva: Lenilda Farias, a exuberância da mulher da terra do abacaxi

Confesso que estava morrendo de saudades de escrever sobre as belas mulheres e descrever a perfeição das curvas de seus corpos e, claro, falar...