segunda-feira, setembro 28, 2020

Autoridades federais e 22 governadores estão confirmados para eventos no Acre

A cidade de Rio Branco já vive a movimentação intensa que precede as agendas nacionais desta semana. Nesta quinta-feira, 26, ocorre o 16º Fórum de Governadores da Amazônia Legal e na sexta-feira, 27, o Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança Pública e Controle das Fronteiras: Narcotráfico, uma emergência nacional.

Já são cerca de 40 autoridades federais e de outros países que confirmaram presença, contando com os dois eventos. De governadores do Brasil, já são 22 confirmados, além de dois vice-governadores, sendo que o do Amapá já está na cidade. Terão dois estados ainda que serão representados por secretários. Há também autoridades de outros países, como Colômbia, Peru, Bolívia e Equador. O governador da província de Pastaza, Equador, Antonio Guillermo Kubes foi o primeiro a chegar em Rio Branco.

Por motivo de saúde, o presidente Michel Temer não participa do Encontro pela Segurança Pública, mas o evento está mantido para ocorrer no dia 27. O senador Eunício Lopes de Oliveira, presidente do Senado confirmou sua presença.

Amazônia Legal

O 16º Fórum de Governadores da Amazônia Legal reúne os noves estados que integram a região Norte – Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins –, além de Maranhão, Mato Grosso. Equipes de secretários e gestores desses estados, juntos com governadores do Peru e da Bolívia, e representantes do Ministério do Meio Ambiente da Colômbia também compõem os debates.

As discussões das Câmaras Temáticas – Consórcio, Meio Ambiente, Segurança Pública, Comunicação e Turismo – começam às 8h da manhã (horário local) do dia 26 de outubro. A previsão é de que os trabalhos estejam encerrados às 17h45, quando serão lidas as cartas de cada Câmara. Às 18h está marcada uma reunião entre os governadores da Amazônia presentes e representantes das embaixadas da Noruega e Alemanha, Banco Mundial e o Ministério do Meio Ambiente.

Segurança Pública

O 1º Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança Pública e Controle das Fronteiras: Narcotráfico, uma emergência nacional reúne os três poderes da República com os governadores em Rio Branco por uma manhã inteira. A reunião propõe uma nova agenda para a segurança pública em todo o país, com convergência entre os estados e a União.

A ideia é buscar soluções para a violência e o tráfico de drogas que assolam todas as regiões do país. Uma das propostas defendidas pelo governador do Acre, Tião Viana, é a criação de um Sistema Nacional de Segurança Pública e um maior diálogo entre a União e os estados. (secom/AC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...