segunda-feira, julho 6, 2020

RIO BRANCO: ESTUDANTE DA FACULDADE META CONTA COMO TENTOU TIRAR A PRÓPRIA VIDA.

A Estudante Dija Cavalcante, 20 anos, que cursa engenharia ambiental na Faculdade Meta em Rio Branco, escreve ao blog do Accioly e conta sua própria experiência de ter tentado ao suicídio. Dija fala da depressão, de como chegou a tentar tirar a própria vida e pede desculpas a familiares e amigos. 

Dija Cavalcante

Leia o texto abaixo 

SUICÍDIO por depressão não é “ceninha”, não é drama.

As pessoas não decidem tirar a própria vida por um momento de Raiva ou angústia, é algo que fica ali martelando. 

Há 6 meses eu venho lutando contra meus pensamentos pessimistas, tranquei a faculdade, voltei pra casa dos meus pais, convenci a todos que eu estava voltando para casa por motivos financeiro. Achei que perto da família eu voltaria a ter pensamentos alegres. Mas, baladas, farras, amigos, perdem completamente a graça quando você chega em casa e se depara com quem realmente é um fracasso e começa se achar feia, achar que os amigos não gostam mais de Você, que pra família você saturou e suas qualidades não cobrem seus defeitos. então, começa a imaginar que sua família seria mais perfeita sem Você. Sem o fracasso que você é. 

Você pode ter um milhão de amigos, uma família perfeita e um pensamento suicida. O pensamento sempre será mais forte. 

As pessoas sempre falam: Ah! ela é tão alegre! Vive fazendo as pessoas rirem, sai bastante, tem uma família perfeita, não tem motivos pra tirar própria vida. Só quer chamar atenção, drama, uma boa pisa resolve isso. Uma boa máscara sempre cai bem. 

A verdade é que ninguém conhece o coração nem o pensamento de ninguém.

A depressão chega sem avisar e quando você vê já faz parte de você. 

A maioria dos suicídios acontecem por falta de compreensão. 

Aceitem as pessoas como elas são. Julguem menos e  entendam mais. 

Eu não nasci pra ser engenheira. O Victor não nasceu pra ser médico. A Vitória gosta de sair pra festa. A Karol só quer um amor verdadeiro. A Terezinha só quer ser bombeira. A Mayane um emprego. Willi só quer morar só. 

E EU?

Eu só queria poder ser eu. Sem julgamentos, sem pressão. Não quero ser rica. Não quero ser linda. Não quero um carro do ano, nem a melhor e mais cara roupa. Eu só quero ser a Dija. Que faz piadas com comidas, que é idiota, que é babaca e que não liga pra isso ou para aquilo. 

Eu só quero ser EU. O Verdadeiro Eu. 

Eu sempre estava sorrindo, fazendo os outros sorrirem, resolvendo problemas de amigos e apodrecendo por dentro. 

Dia 11/10/2017 eu tentei SUICÍDIO e  fui socorrida a tempo. 

Havia o salmo 23 no bolso do short que eu estava usando, creio que ele me salvou. 

Todos os meus amigos deixaram isso em off a pedido da família. Estou em recuperação, sob efeito de remédios.

Venho através desse desabafo pedir desculpa a todos os meus amigos e perdão a minha família. 

E falar pra minha família e amigos que nesse momento de tornaram poucos, que amo vocês. 

E pedir ao pais, filhos, amigos, população em geral  que conversem mais, compreendam mais, sem aparências.

Sejam essência.

O mundo precisa disso. 

Eu renasci…

Dija Cavalcante

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Coluna Diva: Lenilda Farias, a exuberância da mulher da terra do abacaxi

Confesso que estava morrendo de saudades de escrever sobre as belas mulheres e descrever a perfeição das curvas de seus corpos e, claro, falar...