quarta-feira, setembro 30, 2020

TARAUACÁ: DJALMA BATISTA SERÁ A PRIMEIRA ESCOLA COM ENSINO EM TEMPO INTEGRAL DE TARAUACÁ

Com a presença de pais, alunos, profissionais da educação, prefeitura, câmara de vereadores, sindicato da educação, núcleo estadual de educação, diretorias de ensino e gestão da secretaria de estado de educação, núcleo estadual de educação e equipe gestora, foi realizada uma Audiência Pública na Escola Estadual de Ensino Médio Dr. Djalma da Cunha Batista em Tarauacá, para discutir a sua implantação como Escola de Tempo Integral em 2018. O evento aconteceu as 9 horas desta quinta feira (13), no auditório da escola. 

Presentes na audiência, Professora Rúbia Cavalcante (palestrante), Diretora de Ensino da SEE, representando o Secretário de Educação Professor Marcos Brandão,  Professora Rosália da Paz, Diretora de Gestão da SEE, Professora Francisca Aragão Coordenadora do Núcleo Estadual de Educação, Professor Rosenir Arsênio, Secretário Municipal de Educação, Professor e Vereadora Lauro Benigno, Presidente do Sinteac, Professora, Vereadora Janaina Furtado, representando a Câmara Municipal e Professor José Ivonaldo Diretor da Escola Djalma Batista, representando toda a comunidade escolar.  

Após cada representante fazer uma saudação ao público e falar sobre o tema, a professora Rúbia fez uma detalhada explanação sobre a implantação do ensino de tempo integral nas escolas do Acre, usando sempre como referência as experiências vivenciadas por algumas escolas em Rio Branco, que em 2017 já deram início a esse processo. Em seguida respondeu todos os questionamentos feitos pelos alunos, profissionais da educação e comunidade presente. 

O programa de fomento ao ensino médio integral foi anunciado pelo governo federal, junto com a medida provisória de reforma do ensino médio.

Um dos pontos da nova medida, que altera a Lei de Diretrizes e Bases (LDB), determina que a carga horária mínima anual do ensino médio, atualmente de 800 horas, “deverá ser progressivamente ampliada, no ensino médio, para 1.400 horas”, ou seja, em tempo integral.

Somente este ano sete escolas no Acre adotaram o sistema de dois turnos, nesta primeira fase, num investimento de R$ 28 milhões, dos quais R$ 7 milhões são da contrapartida do governo federal e outros R$ 21 milhões, de recursos próprios do governo do Estado do Acre.

A previsão é que escolas localizadas nos municípios, entre elas a Djalma Batista passem a funcionar em tempo integral no ano que vem, onde o aluno entrará às 7h30 da manhã, saindo somente às 17 h, e tendo direito a três refeições diárias.

A escola Djalma Batista conta atualmente com 1000 alunos em três turnos. O número de alunos para o próximo ano ainda está sendo estudado. O ensino Integral é aguardado com expectativa por toda a comunidade escolar. 

E para garantir as condições de funcionamento da escola Djalma Batista em tempo integral o governo do Estado também fará a sua parte reformando e ampliando os espaços onde os alunos passarão a ter o ensino a partir dessa nova metodologia, fazendo adequações como por exemplo construção de novos banheiros com chuveiros, vestiários, ampliação de salas, crianção de novas salas e acessibilidade, e aquisição de equipamentos, são alguns desses investimentos.

Dentro da nova proposta, a centralidade do modelo é o jovem e o seu projeto de vida, conforme explica a professora Rúbia Cavalcante. “Esse modelo leva em conta uma formação acadêmica de excelência, uma formação para a vida e de competências para o século XXI”, disse.

Essa matriz curricular proposta está dentro da nova visão de educação que leva em conta uma base nacional comum, com componentes curriculares obrigatórios e uma parte diversificada, onde haverá disciplinas eletivas, práticas experimentais e estudos orientados.

Assessoria Tarauacá

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...