domingo, janeiro 17, 2021

FEIJÓ: PELÉ CAMPOS E A HISTÓRIA DO CÃOZINHO “JACK’

O empresário e ex-vereador Pelé Campos do município de Feijó, escreveu numa rede social a pequena mas significativa história do cão vira-latas chamado “Jack”, que ele meio que involuntariamente adotou. Segundo Pelé, ele já havia tentado várias vezes adquirir um cachorro e, preferencialmente teria que ser de “raça”, sendo que esses planos por alguma razão nunca deram certos. Um belo dia o “Jack” apareceu exatamente em sua casa e de lá nunca mais saiu. 

Leia o que ele escreveu.  

Jack acompanha o empresário nas caminhadas

“Vou contar a história do Jack pra vcs. 
Faz um bom tempo q resolvi q iria criar um cachorro e confesso q pensei em um de raça. O primeiro eu ganhei, mas não cheguei nem a ver pq quando fui buscar tinham roubado o filhotinho da varanda do meu doador na noite anterior. Dei um tempo e encomendei o segundo ainda na barriga da mãe, mas tbm não deu certo pq a mãe morreu no parto juntamente com todos os filhotes. Conclui q não era pra eu ter cachorro, e Já pensando em desistir acabei me encantando com outra raça bonita e resolvi comprar, mas quando voltei a falar com o vendedor pra fazer o depósito ele disse q já tinha vendido. 
Quer saber? Desisti de cachorro. Não era pra mim msm. 
Mas certo dia contratamos uma secretaria nova pra trabalhar na minha casa, e quando ela veio pro trabalho o simpático Jack q é um vira lata acompanhou ela. E no final do dia quando ela foi voltar pra casa o Jack não acompanhou mais a dona, ficou na minha casa, foi afinidade e carinho a primeira vista não só cmg mas com toda minha família, e acreditem a dona disse q era um cachorro valente e q estranhava as pessoas. Virou um cão fiel, é um bom vigia à noite, e quando a gente sai na rua lá vai ele disparado atrás da gente como é o caso dessa foto quando fui passear no parque. Agradeço a nossa funcionaria e aos filhos dela pela compreensão de deixar ele sempre com a gente. 
O Jack passa bem na minha casa, mas confesso q estou até devendo a ele, tenho q dar mais atenção e vou fazer isso. 
Mas Moral da história: 
Às vezes procuramos longe ou buscamos por algo sofisticado e q muitas vezes nem nos satisfaz, enquanto muitas vezes aquilo q a gente precisa está perto e chega sem a gente esperar com toda simplicidade, mas q nos dá alegria, satisfação e amizade verdadeira. 
Um abraço do Jack pra vcs.

(PELÉ CAMPOS)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

TARAUACÁ: 104 ANOS DE UM BELA HISTÓRIA

Por Isaac Melo (Blog Alma Acreana) BREVE HISTÓRICO - O século XIX é um século de grandes explorações na Amazônia. Surgem as famosas expedições de...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Órgãos federal e estadual recorrem de decisão que impede melhorias no Mais Médicos no Acre

O Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Acre (MP/AC) e a Defensoria Pública da União (DPU), entraram com recurso contra decisão da Justiça...