quinta-feira, outubro 1, 2020

UMA TAL DE INTERNET (ANDRÉ DERZE – ARTIGO)

Eu fico aqui pensando minha gente, isso tudo já era assim antes? E só agora que a gente sente e enxerga com mais nitidez? Ou tudo isso já acontecia e eu é que não sei? Irmão matava irmão lá nos cafundés e a gente não ficava sabendo e hoje a gente sabe porque existe uma tal de internet que em questão de segundos nos informa até da cor da minha cueca? Ou, de fato, os acontecimentos estão cada vez mais perplexos e tristes? As pessoas costumavam se preocupar com a vida dos outros e infernizá-las? Ou a internet e o celular deram essa vantagem a elas? Não venham me dizer que antigamente espalhavam cartinhas por aí com mensagens anônimas? Depressão, sofrimento, ansiedade, suicídios, isso tudo já existia com frequência e com as redes sociais isso só nos foi revelado? Ou de fato, agora tá pior?

Posso está fazendo uma leitura errada do mundo, corro esse risco. Mas acredito que esteja correto!

Realmente o mundo tá pior. Quanta coisa ruim, quanto orgulho nesse mundo, quanta INVEJA, quanta incoerência por parte das pessoas, valores distorcidos… Primeiro, as tragédias, essa violência toda, essas crises, isso tudo é bíblico! Então não tem muito o que se impressionar, já estava previsto! Meu pai já foi dirigente de igreja e toda minha família tem raiz evangélica, mas eu (André), infelizmente, nunca parei pra estudar a fundo o que a bíblia diz sobre isso! Eu apenas acredito nas pessoas que me rodeiam e que dominam do assunto melhor que eu, que dizem: tudo isso é bíblico.

Com relação à depressão, sofrimento, ansiedade e suicídios, eu não tenho dúvidas de que as redes sociais contribuem pra isso. Não tenho dúvidas! Se eu fosse um psicólogo, eu alertaria as pessoas a terem cuidado com as redes sociais. Nada contra elas, eu vivo em facebook, sou um curioso da vida, um bisbilhoteiro, rs! Só que antes, nós jovens, em nossas infâncias e adolescências, passávamos a tarde toda brincando de manja, barra, jogando bola na rua, betis, a gente inventava todo tipo de besteira pra ocupar a nossa mente, ter contato com os amigos, rir, brigar e não ter tempo pra pensar besteira! Hoje, grande parte das crianças e adolescentes brincam, sozinhas, num celular ou em um computador. A tecnologia desde cedo, ensinando a pessoa a viver na solidão! Vão sofrer!

Quanto a nós adultos, com mais sensibilidade, senso crítico, cuidado com as redes sociais. A vida virtual, na minha opinião, tem contribuído para a depressão das pessoas. A maioria de nós amamos postar frases de efeitos, de que tá bombando, postar seu carro novo, como eu mesmo já fiz, postar o relacionamento sério, o relacionamento feliz, a alegria, a diversão, a conquista. Tudo bem, a pessoa posta o que quiser, está na sua liberdade. Defendo a liberdade! O problema é que a maioria das pessoas internaliza isso tudo! E vai internalizando, e vai internalizando, e chega o momento que compara a vida do outro que postou na rede social com a sua e chega à conclusão de que parece, que pra ele, as coisas não estão correndo bem e para o outro tá bom! E vai começando por aí, depois você leva aquilo que você internalizou pro seu ambiente externo e começa a fazer esse mesmo tipo de comparação com aquilo que você vê na rua! E os sentimentos vão piorando! Uns desenvolvem inveja, outros não chegam a esse ponto, mas a essa altura já se deixaram contagiar pela baixa estima, pela tristeza, pela angústia.

Eu só quero compartilhar com vocês, um pouco do que eu penso. Cuidado pra não se deixar contagiar gente. Grande parcela das pessoas só postam a melhor parte! O relacionamento feliz do facebook esconde as tristezas advindas de uma contenda que você nunca ficou sabendo, a aquisição de um bem postada no facebook pode esconder as inúmeras dores de cabeça que aquela pessoa tem devendo outras pessoas; E por ai vai… Não que essas pessoas não sejam felizes, muito de nós somos! Já disse, não tem problema, as pessoas postam o que quiserem. O problema é que você SÓ INTERNALIZA o que você vê e faz a triste opção de comparar com a sua vida!

Parece que a vida do outro é melhor do que a sua, mas não se engane. Todas as pessoas carregam seus fardos! Para uns é a crise financeira, para outros é a crise familiar, para muitos é a solidão, a morte não superada de uma pessoa amada, a falta de alguém pra amar; São as angustias da vida, você não está só! A sua vida não é menos importante que a dos outros. O que te deixa mal hoje? Você está lutando por isso? Tenha forças! Se não depender unicamente de você, ore, exija de Deus, peça ajuda! Mas analise bem, antes de pedir de Deus, se você não está errando na sua vida! Se tiver, tente mudar! E se você tiver errando e não tá tendo forças pra mudar, confesse a ele. Seja sincero! As vezes, parece que Deus está silenciando, mas tenha paciência. Nunca perca a fé! Ele ainda é o melhor amigo!

(André Derze)

 

 

1 COMENTÁRIO

  1. Excelente texto!!!Parabéns André Derze. É bem isso mesmo….antes qdo matava um ser humano,na época do saudoso Estêvão Bimbi,era uma semana comentando,lamentando a perca,sábia o nome a família da pessoa morta….hohe são só números….e números cada dia mais números!!!!Lamentável

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...