domingo, setembro 20, 2020

Governo do Acre estuda decretar situação de emergência por estiagem

Representantes dos órgãos que compõem a Comissão Estadual de Gestão de Riscos Ambientais (CEGdRA) realizaram mais uma reunião técnica de avaliação da situação de estiagem no Acre nesta terça-feira, 15. O encontro foi realizado na sede do comando-geral do Corpo de Bombeiros Militar (CBMAC).

Desde o início do verão amazônico, o número de queimadas em toda a região aumentou consideravelmente. Mesmo estando na sétima posição entre os nove estados da Amazônia, o Acre registrou 371 focos de calor somente no mês de agosto.

“Nós pedimos à população que não provoque qualquer tipo de queimada, pois com o tempo seco a tendência é de que o fogo tome proporções maiores e se torne um incêndio”, alertou o coronel Carlos Batista, coordenador da Defesa Civil Estadual.

Fiscalização

A força-tarefa envolvendo os órgãos de comando e controle segue no monitoramento das áreas mais críticas.

Nas últimas semanas, os fiscais do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), Ibama e Batalhão Ambiental estiveram em Acrelândia, Feijó, Sena Madureira, Manoel Urbano e Tarauacá.

Nos próximos dias as ações serão realizadas em outras cidades e devem envolver pelos menos 30 agentes públicos.

“O Ibama já autuou alguns produtores em mais de R$ 1,5 milhão e embargou várias áreas. O Imac também já aplicou mais de R$ 500 mil em multas. Nós temos alertado a população, pois estamos punindo administrativamente e criminalmente os responsáveis”, lembrou Paulo Viana, diretor-presidente do Imac.

Segundo Miguel Félix, o Depasa já pôs em prática as ações do Plano de Contingência (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Abastecimento

A previsão é de que até o próximo domingo,  20, Rio Branco registre pelo menos 15 milímetros de chuva. Nas últimas 24 horas o nível do nível Rio Acre apresentou um aumento de sete centímetros e estava com 1,67 metro na manhã desta terça-feira.

O Departamento Estadual de Pavimentação de Saneamento (Depasa) já pôs em prática algumas ações previstas no plano de contingência da autarquia. As bombas flutuantes operam com normalidade e a capacidade de abastecimento está mantida.

Algumas regiões de Brasileia, Porto Acre e Rio Branco estão sendo abastecidas com o auxílio de carros-pipa. Escolas e unidades de saúde são priorizadas.

“Nós temos algumas comunidades no entorno da capital que são abastecidas por poços e outros reservatórios que neste período acabam secando. As pessoas não podem ficar sem água, e nós já estamos adotando todas as providências necessárias”, destacou Miguel Félix, superintendente do Depasa Rio Branco.

Decreto de emergência

Com base nos levantamentos realizados pela coordenação da Defesa Civil Estadual e pelo Instituto de Mudanças Climáticas (IMC), o governo do Acre estuda decretar situação de emergência em virtude do severo período de estiagem.

Por meio da Casa Civil, o governo do Acre deve convidar o Ministério Público Estadual (MPE) e as federações de Agricultura e Indústria a integrar a força-tarefa contra as queimadas e o desmatamento.

“São três municípios afetados pela estiagem, inclusive com a perda de lençol freático, e temos um clima propício para a propagação do fogo e a escassez de água. É muito provável que até o fim da semana o governador Tião Viana decida pela decretação do estado de emergência”, afirmou Márcia Regina Pereira, secretária-chefe da Casa Civil

Travessia na balsa

Com o decreto de situação de emergência por parte do governo de Rondônia na região da Ponta do Abunã, na BR-364, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) já iniciou o trabalho de preparação de novos pontos de atracagem.

Algumas dragas também devem ser instaladas para retirada de areia e outros sedimentos do leito do Rio Madeira, o que facilita a navegação das quatro balsas que operam no momento.

Secom/Acre

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...