sábado, setembro 19, 2020

ARTIGO: Doenças que dão direito a descontos na compra de carro novo

De acordo com a Lei nº 8989/95 e a lei complementar 10.690/2003 que ampliou o número de patologias, determinou-se que os portadores de doenças graves podem requerer o direito de comprar um carro novo com isenção fiscal. No entanto, essa lei não é divulgada pelo Governo Federal, puramente pelo intuito de arrecadar, haja visto que milhares de brasileiros têm direito ao benefício de redução de tributos federais e estaduais. A isenção fiscal não abrange somente pessoas com deficiência física, mas também portadores de doenças que provocaram algum tipo de limitação. Doenças como alguns tipos de câncer; amputação ou ausência de membros; autismo; cardiopatia grave; AVC; contaminação por radiação; artrose; deficiência visual ou mental (severa ou profunda); doenças degenerativas (como esclerose múltipla) ou neurológicas; encurtamento dos membros; hanseníase; neuropatias graves (inclusive diabéticas); insuficiência renal; HIV; neoplasia maligna; mal de Parkinson; poliomielite; problemas graves na coluna, como hérnia de disco e bico-de-papagaio; prótese interna ou externa; tuberculose ativa; paraplegia, tetraplegia e tantas outras estão na lista de enfermidades contempladas pelo beneficio.

Estima-se que no Brasil, mais de 80 milhões de pessoas, podem ter direito ao beneficio na aquisição de um carro novo. Para solicitar, o cidadão deve dirigir-se ao Departamento Estadual de Transito (DETRAN) e solicitar junto a perícia medica, laudo atestando a condição de deficiente ou portador de patologia. Com o laudo em mãos, o condutor deverá procurar a Receita Federal e Estadual, para providenciarem as isenções de IPI, ICMS, IPVA e outros tributos que por ventura estejam embutidos no benefício.

Para ter direito a isenção de IPVA, o preço máximo do veículo é de até R$70.000,00 somente. Acima desse valor, não há isenção de IPVA. Vale lembrar que em 2013 essa legislação foi estendida a familiares de pessoas com deficiência que não podem dirigir. Pessoas que possuem limitação física ou mental – como dano físico, deficiência visual, autismo, etc. – também podem comprar um carro zero km, com isenção de imposto previsto na lei. O abatimento no preço final do veículo poderá chegar a 30% de desconto, e o carro só poderá ser revendido após dois anos de uso.  São poucas as pessoas que sabem desse benefício, que é negligenciado por muitos e pela burocracia do nosso País.

 

Sebastião Batista Figueiredo

Presidente da Associação dos Servidores da FUNAI Acre.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...