sexta-feira, setembro 25, 2020

TARAUACÁ: FORÇAS ARMADAS E SEGURANÇA PÚBLICA OCUPAM PRESIDIO MOACIR PRADO EM BUSCA DE DROGAS, CELULARES, ARMAS E OUTRO ILÍCITOS.

Desde as primeira horas da manhã desta quinta feira mais de 300 homens das forças armadas e membros das forças de seguranças locais, ocupam o presídio Moacir Prado, fazendo uma varredura em busca de encontrar materiais ilícitos utilizados pelos presidiários.

De acordo com o Decreto Presidencial de 17 de janeiro de 2017, o Presidente da República autorizou o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem, nas dependências dos estabelecimentos prisionais do país, para realizar a detecção de materiais ilícitos e proibidos. Caberá aos órgãos dos governos estaduais apreender, recolher e dar o devido destino legal aos materiais encontrados pelo Exército Brasileiro.

Assim, 17ª Brigada de Infantaria de Selva está realizou ações de Garantia da Lei e da Ordem, nesta quarta feira, 13 de julho, iniciando a partir do nascer do sol, com fim de promover a  varredura nas dependências das instalações carcerárias do COMPLEXO PENITENCIÁRIO “MOACIR PRADO”, localizado na cidade de Tarauacá-AC.

A Operação contou com a participação de 303 militares das forças armadas e 66 integrantes de órgãos locais da segurança pública. foram utilizadas  36 viaturas, 17 detectores de minas, 2 detectores de equipamentos  eletrônicos, 7 cães farejadores e outros meios. Juntamente com a 17ª Brigada de Infantaria de Selva, operaram a Marinha do Brasil, Força Aérea Brasileira, Ministério público Miliar, Polícia Militar, Polícia civil, Corpo de bombeiros e Instituto de Administração Penitenciária – IAPEN do Estado do Acre.

Na Operação Varredura foram apreendidos os seguintes materiais: 9 tabletes de substância suspeita (Provavelmente entorpecentes), 203 objetos cortantes e mais 84 instrumentos perfurantes que poderiam ser utilizados como arma, 8 pêndulos improvisados para drogas, 15 cachimbos improvisados para uso de drogas, 3 pacotes de fumo, 42 isqueiros, 47 barras de ferro, 1 baladeira, 1 aparelho celular, 4 fogareiros improvisados, além de outros objetos proibidos dentro da unidade prisional.

O general José Eduardo Leal de Oliveira, comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, sediada em Rondônia, coordenou os trabalho.

O Presídio Moacir Prado tem capacidade para receber 80 presos e atualmente conta com 370 homens.

COMUNICAÇÃO SOCIAL DA 17ª BRIGADA DE INFANTARIA DE SELVA/EXÉRCITO BRASILEIRO/BRAÇO FORTE – MÃO AMIGA

Contatos: Seção de Comunicação Social (68) 3322-4788, (68) 3322-2025 e (68) 99942-9136Email: [email protected] ou [email protected] obter outras informações sobre o Exército, acesse o portal oficial na internet:www.eb.mil.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...