quarta-feira, setembro 30, 2020

TARAUACÁ: CÂMARA DOA BANDEIRA DO MUNICÍPIO PARA PRAÇA ‘BEIRA RIO’.

Um gesto cívico do Poder Legislativo marcou a manhã deste domingo (18) na Praça ‘Beira Rio’ no Mercado Municipal de Tarauacá. O presidente da Câmara de Vereadores, Carlos Tadeu,  na companhia dos vereadores Radamés Leite e Janaina Furtado, participaram do hasteamento da bandeira oficial do município no mastro localizado na praça. A bandeira foi doada pela Câmara em nome de todos os vereadores.

Nós tínhamos uma bandeira e decidimos hasteá-la no mastro da praça que é lá o seu lugar. Não consideramos isso um ato político e sim um ato cívico dos vereadores em benefício do município e de toda a população. Poderíamos muito bem cobrar da prefeitura e criticar a prefeita por não providenciar uma bandeira para o local, mas, preferimos ajudar. Assim todos ganham”, disse o Presidente Vereador Carlos.

Homens do Corpo de Bombeiros cuidaram de providenciar a estrutura para o hasteamento da bandeira.

A BANDEIRA DE TARAUACÁ

 

 

O Prefeito Ennio Aires no uso de suas atribuições, com aprovação da Câmara Municipal de Tarauacá sancionou a lei nº. 134 de 19 de outubro de 1977.

Na promulgação da lei, na seção IV Art. 19, afirma que o Brasão foi concebido originariamente por D. Maria Deolinda de Macedo Sá. Há que se corrigir (pelo menos moralmente) para D. Núbia Wanderley da Silva, que foi a pessoa que realmente fez o desenho do brasão, ficando até 03h00min da manhã do dia seguinte trabalhando, tendo sua irmã Júlia Wanderley como sua grande colaboradora para pintar o brasão.

O Brasão foi desenhado pela professora Núbia Wanderley, a pedido do próprio Prefeito, quando da sua gestão, história que foi confirmada por filho Ennio Aires Filho. Este ainda confirmou que seu pai mandou confeccionar 5 bandeiras do município; Uma presenteou a um amigo residente em Plácido de Castro, outras 3 foram enviadas para a Câmara Municipal, Fórum, e Polícia Militar, respectivamente.

No Brasão, acima da faixa com o nome e data de fundação da cidade, há um indígena, habitante originário da região, e um seringueiro, símbolo dos primeiros desbravadores “brancos” a galgar essas terras. Ambos constituem inicialmente os principais elementos povoadores e constituidores da população. No centro, estão representados, em traçados brancos, os dois principais rios: o Tarauacá, e seu afluente, o Muru; logo acima se encontra uma árvore, por razões históricas, provavelmente uma seringueira (hevea brasiliensis), apesar do desenho está mais para uma Samaúma, sob uma estrela vermelha, igual à que há na Bandeira do Acre; tudo isso encimado por uma coroa, formada por cinco torres de castelos, talvez simbolizando a fortaleza e os grandes ideais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...