quarta-feira, outubro 28, 2020

ACRE: Frio de origem polar derruba a temperatura no estado na quarta

Uma parcela da poderosa onda de frio polar, que atingirá o Brasil no último dia de maio de 2017, chegará à Amazônia sul-ocidental, com ventos intensos, derrubando a temperatura no Acre, em Rondônia, no sul e sudoeste do Amazonas, em Mato Grosso e nas planícies da Bolívia e do leste e sudeste do Peru.A informação é do pesquisador meteorológico Davi Friale.

De acordo com Friale, “a frente fria – que são aqueles ventos que antecedem a massa de ar frio polar – chegará ao leste e ao sul do Acre e ao sul e oeste de Rondônia, durante a tarde ou nas primeiras horas da noite da próxima quarta-feira, 31, com fortes rajadas de vento da direção sudeste. Na sequência, já no dia seguinte, primeiro de junho, uma massa de ar frio polar começará a penetrar”.
“Nas nossas análises de hoje, 29 de maio, a perspectiva é de que a temperatura caia, mas não muito. Essa onda de frio atingirá a Amazônia sul-ocidental com intensidade moderada, sendo que as mínimas deverão oscilar entre 14 e 18ºC, no leste e no sul do Acre, no sul e oeste de Rondônia e em parte de Mato Grosso, inclusive, em Cuiabá”, explica.
Friale argumenta que no último sábado, dia 27, uma fraca frente fria chegou ao Acre. “A chegada desta frente fria provocou, no sábado e principalmente no domingo, chuvas torrenciais no estado e também na Bolívia e no Peru. As chuvas foram fortes e volumosas na bacia do rio Acre. Na cidade de Assis Brasil, foram registrados mais de 100mm, nas últimas 48 horas. Em Rio Branco, o nível do rio deverá ter um aumento de, aproximadamente, 2m, nos próximos dias”.
Segundo pesquisador, essas chuvas, porém, foram de despedida do período chuvoso do último verão. Após essas chuvas torrenciais, uma parcela de ar polar seco, já nesta segunda-feira, começou a deslocar para o Amazonas a umidade que estava sobre a região. Entretanto, será com a próxima onda de frio – a que chegará no último dia de maio – que o período seco começará a se manifestar com mais rigor na Amazônia Ocidental.
Assim, os primeiros dias de junho já serão bastantes secos e, com a chegada de outras ondas de frio previstas para junho, a projeção é de que o ano de 2017 tenha seca severa, principalmente, no Acre e em Rondônia.

“A partir de agora, as chuvas ocorrerão, mas serão do tipo frontal, ou seja, causadas pela chegadas de frentes frias. Poderão ser chuvas fortes, mas passageiras. O predomínio, neste inverno, que tem início no próximo dia 20 – pelo horário de Rio Branco – será de baixa umidade do ar. Durante alguns dias, os registros poderão ser inferiores a 30%, com muito sol e elevada radiação ultravioleta’, frisa.

ac24horas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

TARAUACÁ: 104 ANOS DE UM BELA HISTÓRIA

Por Isaac Melo (Blog Alma Acreana) BREVE HISTÓRICO - O século XIX é um século de grandes explorações na Amazônia. Surgem as famosas expedições de...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...