domingo, janeiro 24, 2021

Araújo Jordão diz que Rio Branco tem que brigar pensando no topo na Série D

Convidado da edição #16 do programa Arena Mapinguari (veja o programa na íntegra no vídeo acima), do GloboEsporte.com, na última terça-feira (23), o atacante Araújo Jordão, do Rio Branco-AC, fez uma avaliação da estreia do Alvirrubro no Campeonato Brasileiro da Série D, no domingo, quando o Estrelão bateu o São Raimundo-RR por 4 a 3, na Arena da Floresta, na capital do Acre. O camisa 11 destacou que a vitória deve ser valorizada, apesar das falhas que o time cometeu durante a partida.

– É sempre importante a gente iniciar uma competição em nível nacional vencendo. Apesar das dificuldades é um início ainda, então, a gente tem o pensamento de que é uma competição curta e que é decidida em breves jogos, então tem que estar muito atento, cada resultado positivo deve ser muito comemorado, assim também como um jogo em casa não podia ser diferente. A gente fez da melhor maneira que poderia, principalmente a primeira parte, e depois a gente acabou sofrendo um pouco, mas apesar dos pesares, dos males o menor, A gente acabou vencendo e isso tem que ser comemorado – afirmou.

O Estrelão está na liderança do grupo 3 com três pontos. Questionado sobre qual a ambição do clube para a sequência da competição, Araújo Jordão ressaltou que o pensamento é chegar o mais longe possível, de preferência entre os quatro que vão conquistar o acesso ao Brasileiro da Série C de 2018.

Sendo bem sincero, a Série D é um tiro curto. Sei que nós temos que pensar jogo a jogo porque cada jogo é uma história, mas nós temos que pensar no topo. Só vai chegar lá no topo quem pensar nele. Mesmo sabendo que tem inúmeras batalhas, viver jogo a cada jogo, partida a cada partida, decisão a cada decisão. Nós temos que pensar no topo e sair traçando metas pra isso. Foi o São Raimundo, vai ser o São Francisco e depois vai ser o Genus. Temos que trabalhar nessa meta. Meta de pontos, meta de partidas fora e dentro de casa, e pensando, principalmente, no topo. Porque a grandeza do Rio Branco, não é de se pensar que tem que jogar para tentar classificar. Não, nós temos quem jogar para classificar. Apesar de todas as dificuldades que a gente vem passando, por tudo, mas isso aí dentro de campo acaba. Você acaba sofrendo com alguma situação ou outra porque faz parte do futebol. Mas nosso pensamento positivo é de que nós temos que chegar no topo. Nossa obrigação é colocar o Rio Branco o mais perto possível do topo, e o mais perto possível do topo é estar entre os que irão subir. E nós vamos lutar até o final por isso – destacou.

Por GloboEsporte.com, Rio Branco, AC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

TARAUACÁ: 104 ANOS DE UM BELA HISTÓRIA

Por Isaac Melo (Blog Alma Acreana) BREVE HISTÓRICO - O século XIX é um século de grandes explorações na Amazônia. Surgem as famosas expedições de...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Órgãos federal e estadual recorrem de decisão que impede melhorias no Mais Médicos no Acre

O Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Acre (MP/AC) e a Defensoria Pública da União (DPU), entraram com recurso contra decisão da Justiça...