domingo, setembro 27, 2020

TARAUACÁ: SINTEAC E PREFEITURA DEBATEM DATA BASE 2017

Na tarde desta terça-feira (02), reuniu-se no gabinete da prefeita a Direção do Sinteac, juntamente com a equipe da prefeitura de Tarauacá composta por Anazilda Palazzo, Fandermiler Freitas, o Secretário de educação Rosenir Arcênio e a prefeita Marilete Vitorino.

Na oportunidade foram discutidos os principais pontos da data-base dos servidores da educação do município de Tarauacá.

O presidente do Sinteac Lauro Benigno cobrou uma resposta da prefeitura em relação à database deste ano, pois o sindicato enviou um ofício a SEME ainda no mês de fevereiro, contendo os principais pontos para discussão e negociação dos trabalhadores em educação:

Na tarde desta terça-feira (02), reuniu-se no gabinete da prefeita a Direção do Sinteac, juntamente com a equipe da prefeitura de Tarauacá composta por Anazilda Palazzo, Fandermiler Freitas, o Secretário de educação Rosenir Arcênio e a prefeita Marilete Vitorino.

Na oportunidade foram discutidos os principais pontos da data-base dos servidores da educação do município de Tarauacá.

O presidente do Sinteac Lauro Benigno cobrou uma resposta da prefeitura em relação à database deste ano, pois o sindicato enviou um ofício a SEME ainda no mês de fevereiro, contendo os principais pontos para discussão e negociação dos trabalhadores em educação:

  1. Reposição das perdas salariais dos últimos 12 meses  correspondente a  10.67%(IPCA/IBGE);
  2. Aprovação em caráter de urgência do PCCR, contemplando a redução de carga horária  para os servidores de apoio e a sexta parte para todos os servidores a partir de 25 anos de contrato;
  3. Implementação do Regime Próprio de Previdência ou retorno do FGTS;

Na pauta ainda foi discutido a situação precária em que se encontram várias escolas do município, dentre elas Rilza Daniel, conclusão da Valdina Torquato, problemas relacionado a energia das escolas, principalmente as que possuem ar condicionados e a situação de algumas escolas rurais.

Ainda foram abordados problemas relacionados ao fornecimento de gêneros alimentícios para a alimentação escolar e reinicio das obras de construção de outras escolas que se encontram em andamento, como a escola 15 de junho, escola da comunidade do Boto, escola da comunidade da Capela e outras, assim também como a contratação de professores e servidores de apoio do seletivo para trabalharem nas escolas urbanas e rurais e  início do ano letivo das escolas da zona rural.

A prefeita se propôs em relação às escolas menores onde há pouca demanda, de imediatamente buscar a solução, já em relação as que estão em construção, ou precisa liberar um recurso maior estará indo a Brasília para junto ao Ministério da Educação buscar a liberação do restante dos repasses, para com isso darem seqüência ao andamento das obras, problemas esses enfrentados pela escola Rilza Daniel e outras escolas polos das comunidades rurais.

Em relação à data-base, se comprometeu em conjunto com o secretário que até o dia 15 deste mês, estará enviando ao SINTEAC uma contraproposta para os trabalhadores em educação analisarem.

Já o vice-presidente Eurico Paz, fez um questionamento sobre o adicional de ferias de 45 dias para os professores que estão em sala de aula, onde os mesmos não estão sendo pagos como preconiza a lei, assim como o abono salarial de R$: 100,00 para servidores de apoio e R$: 200,00 para professores, negociados ainda na gestão anterior.

Quanto ao pagamento de férias relacionadas ao mandato anterior a prefeita disse que não fará o pagamento, se comprometendo a pagar apenas a partir do próximo ano (2018), que diz respeito ao seu mandato. Em ralação aos últimos 5(cinco) anos o SINTEAC ingressará com uma ação jurídica para que a lei seja cumprida.

Em relação ao abono a prefeita colocou a proposta de realizar o pagamento de uma parcela atrasada juntamente com a do mês vigente até quitar todas as que estão em atraso a partir deste mês.

(assessoria sinteacTk)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...