JORDÃO: Durante romaria, ex-prefeito passa mal e é resgatado pela defesa civil do Estado

O ex-prefeito de Jordão ( município localizado a mais de 500 km de Rio Branco), Hilário de Holanda Melo, de 74 anos,  passou mal durante uma romaria que fez ao santuário Nova Olinda.

O santuário de Nova Olinda fica localizada às margens do Igarapé São Luís, no perímetro rural do município Marechal Thaumaturgo, no Vale do Juruá e próximo a divisa com o Peru.

Hilário de H. Melo estava acompanhado de sua esposa Lucimar Melo e de seu irmão Luís Melo, de 83 anos, empresário. Eles tinham viajado de barco pelo rio Jordão, a partir do município da qual ele governou, depois caminharam seis horas até chegar o local aonde pagaram suas promessas. 

No retorno, tanto o ex-prefeito quanto seu irmão passaram mal e chegaram a desmaiar. Uma das pessoas que acompanhavam eles na romaria veio a uma localidade aonde tem comunicação via rádio. De lá, foi comunicado a defesa civil estadual para fazer o resgate.

Equipes da Sesacre junto com a defesa civil, foram no helicóptero harpia 1 fazer o resgate. 

Hilário de Holanda Melo governou o município por três mandatos. Tendo sido o primeiro gestor da história política da cidade, de 1992 a 95. Depois voltou a governar por dois mandatos consecutivos: 2005/2008 e 2009 a 2012.

Segundo a socorrista do SAMU,  o ex-prefeito e seu irmão, passaram mal  devido o desgaste físico.

Conheça mais sobre o Santuário de Nova Olinda

Trata-se de um local onde os devotos “pagam” as suas promessas, deixando roupas, cordão e anéis de ouro, cabelo, milagres feitos de madeiras, caixas de fogos, etc. Chegando ao local, podemos encontrar uma misteriosa casa com cruzes e a sepultura dos dois irmãos. O local fúnebre fica à margem direita do igarapé São Luís, estes locais servem para armazenar as oferendas feitas pelos devotos.

Segundo o relatos de moradores mais antigos, residente das Rio Caipora e comunidades vizinhas, esse local é considerado milagroso, porque, certo dia três irmãos vindo do Ceará, foram limpar uma estrada para cortarem seringa. Nesse percurso eles foram surpreendidos por índios não civilizados, que atacaram os mesmos, deixando dois mortos e um ferido.

O terceiro irmão – que ficou ferido só escapou devido ter se escondido “enterrado” nas areia de uma praia de um igarapé. Nesse esconderijo, o mesmo fez uma promessa para São Francisco e assim, os índios não conseguiram encontrá-lo.

Após os índios terem desistido de caça-lo, o sobrevivente saiu a procura de ajuda no seringal Restauração (hoje Vila) para fazer o sepultamento de seus dois irmãos, aonde o patrão do referido seringal, chamou todos seus seringueiros para ir buscar os corpos.

Passando mais de uma semana, eles chegaram ao local onde seus irmãos estavam mortos. Eles constataram que os mesmos estavam com os corpos em perfeita conservação, como se eles estivessem morrido naquele mesmo momento.

Após essa constatação, sepultaram os dois irmãos em um mesmo túmulo à beira do igarapé São Luís. De lá para cá, Almas de Nova Olinda vem sendo um local considerado milagroso pelos seus fiéis. Até hoje, nessa sepultura, as pessoas rezam terços e acendem velas como forma de agradecimento pelo milagre acontecido em suas próprias vidas. 

Para os populares que frequentam esse local e acreditam nesse milagre, a água do Rio São Luís são consideradas milagrosas, aonde todos que vão até lá, devem se banhar, simbolizando um batismo, retirando todos os males que estão impregnados no próprio corpo. 

Segue abaixo o registro fotográfico doreferido local, e do percusso até o mesmo.

Blog Tarauacá Agora

Foto: Blog Thaumaturgo News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *