BRASILÉIA: Juiz manda soltar vereador preso pela ação da Polícia Federal na Operação Labor

O juiz Clóvis Lodi, da Comarca de Brasiléia, é o responsável por colocar novamente nas ruas o vereador Joelson Pontes (PP), preso durante a quarta fase da Operação Labor, da Polícia Federal, sob suspeita de envolvimento com um esquema que desviou milhões de reais dos cofres públicos daquela cidade.

Fora das grades, Joelson terá que se apresentar, mensalmente, à Justiça e informar as atividades que estiver desenvolvendo. Além disso, está proibido de frequentar bares, devendo permanecer em casa a partir das 19 horas, salvo em caso de trabalho ou para frequentar a igreja. Ele não poderá viajar por mais de 15 dias sem autorização.

Segundo informou o site O Alto Acre, Joelson também ficará fora do mandato, ou seja, afastado das atividades na Câmara Municipal, portanto também sem salário. O portal de notícias afirma que o vereador afastado pagou R$ 15 mil de fiança para ser liberado e voltar para casa. (AC24HORAS)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *