TARAUACÁ: CÂMARA DOA BANDEIRA DO MUNICÍPIO PARA PRAÇA ‘BEIRA RIO’.

Um gesto cívico do Poder Legislativo marcou a manhã deste domingo (18) na Praça ‘Beira Rio’ no Mercado Municipal de Tarauacá. O presidente da Câmara de Vereadores, Carlos Tadeu,  na companhia dos vereadores Radamés Leite e Janaina Furtado, participaram do hasteamento da bandeira oficial do município no mastro localizado na praça. A bandeira foi doada pela Câmara em nome de todos os vereadores.

Nós tínhamos uma bandeira e decidimos hasteá-la no mastro da praça que é lá o seu lugar. Não consideramos isso um ato político e sim um ato cívico dos vereadores em benefício do município e de toda a população. Poderíamos muito bem cobrar da prefeitura e criticar a prefeita por não providenciar uma bandeira para o local, mas, preferimos ajudar. Assim todos ganham”, disse o Presidente Vereador Carlos.

Homens do Corpo de Bombeiros cuidaram de providenciar a estrutura para o hasteamento da bandeira.

A BANDEIRA DE TARAUACÁ

 

 

O Prefeito Ennio Aires no uso de suas atribuições, com aprovação da Câmara Municipal de Tarauacá sancionou a lei nº. 134 de 19 de outubro de 1977.

Na promulgação da lei, na seção IV Art. 19, afirma que o Brasão foi concebido originariamente por D. Maria Deolinda de Macedo Sá. Há que se corrigir (pelo menos moralmente) para D. Núbia Wanderley da Silva, que foi a pessoa que realmente fez o desenho do brasão, ficando até 03h00min da manhã do dia seguinte trabalhando, tendo sua irmã Júlia Wanderley como sua grande colaboradora para pintar o brasão.

O Brasão foi desenhado pela professora Núbia Wanderley, a pedido do próprio Prefeito, quando da sua gestão, história que foi confirmada por filho Ennio Aires Filho. Este ainda confirmou que seu pai mandou confeccionar 5 bandeiras do município; Uma presenteou a um amigo residente em Plácido de Castro, outras 3 foram enviadas para a Câmara Municipal, Fórum, e Polícia Militar, respectivamente.

No Brasão, acima da faixa com o nome e data de fundação da cidade, há um indígena, habitante originário da região, e um seringueiro, símbolo dos primeiros desbravadores “brancos” a galgar essas terras. Ambos constituem inicialmente os principais elementos povoadores e constituidores da população. No centro, estão representados, em traçados brancos, os dois principais rios: o Tarauacá, e seu afluente, o Muru; logo acima se encontra uma árvore, por razões históricas, provavelmente uma seringueira (hevea brasiliensis), apesar do desenho está mais para uma Samaúma, sob uma estrela vermelha, igual à que há na Bandeira do Acre; tudo isso encimado por uma coroa, formada por cinco torres de castelos, talvez simbolizando a fortaleza e os grandes ideais.

=

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *