TARAUACÁ: APRESENTADOR DE TV PAULO FRANCO ESTÁ NO MUNICÍPIO PARA REALIZAR ‘PALESTRA SHOW” CONTRA AS DROGAS.

Em se tratando de drogas, todas as formas de manter crianças e jovens o mais longe possível são válidas. E é para apresentar um jeito diferente de entrar neste combate que o apresentador de TV Paulo Franco, famoso pelo antigo programa Paulo Franco Show, está em Tarauacá para divulgar o projeto ‘Não Se Deixe Fisgar’.

Paulo esteve ontem na Rádio Comunitária onde falou sobre o trabalho e também convidou a população de Tarauacá, para participar da “palestra-show” que será realizada neste sábado, as 8 horas da manhã, no auditório do Sinteac.

O apresentador contou aos ouvintes que esse trabalho visa promover campanhas diferenciadas de prevenção às drogas, voltadas para estudantes, pais e comunidade em geral. Trata-se de uma iniciativa particular (ou seja, não envolve ONGs, fundações ou institutos. Apenas apoio da iniciativa privada) e que o mesmo está divulgando.

O projeto é baseado num modelo de Palestra-Show. Nelas, o humorista Paulo Franco promove um tipo de programa de auditório ao vivo nas escolas, usando toda a sua desenvoltura de anos de carreira enquanto comunicador para dar novas abordagens e impressões para a platéia.

As palestras vão ser elaboradas de forma bem informal, para atingir o público jovem com a mensagem do quanto as drogas podem ser ruins para suas vidas. Vamos debater com eles, ouvi-los, fazer paródias e dar prêmios (brindes, medalhes, etc). Estou há mais de 16 anos na TV e sempre quis fazer algo pra ajudar nesta luta”, diz Paulo Franco.

Mas só as palestras não bastariam. Por isso, acompanhados delas, a campanha nas escolas terá vídeos e uma revista. Os vídeos consistirão numa mini-novela sobre a vida de um menino viciado (o ator mirim acreano que o interpretará será escolhido por um concurso na TV) e em clips de paródias e depoimentos de especialistas. Já a revista será distribuída gratuitamente ao publico.

É um projeto completo, que pretendo divulgar em todo o Acre, levar para a região (RO, AP, AM e PA são seus outros ‘alvos’) e depois para o restante do Brasil”, emendou Franco.

O murro na mesa: o motivo do trabalho

Para entender a razão de todo este trabalho é preciso conhecer a história de vida do apresentador Paulo Franco. Ele nasceu na favela de Manguinhos, no RJ, com 8 irmãos. Logo cedo, seu pai morreu e sua mãe, sendo internada em hospícios. Paulo cresceu, dos 6 aos 16 anos, em orfanatos da Funabem/RJ, ficando exposto menores abandonados pela família e viciados em drogas. Ele conta que podia ter tomado o caminho das drogas, pois várias vezes o ofereceram. Mas não o fez.

“Tudo por causa de uma palestra na minha escola, quando tinha 8 anos. O palestrante, um médico, pediu que escrevêssemos num papel o que queríamos quando crescêssemos. Eu escrevi. Mas quando recebeu os nossos papéis, ele os jogou rapidamente no lixo e deu um murro na mesa, assustando todos nós. Então, nos disse: ‘É isso que vai acontecer com os sonhos de vocês, caso usem drogas’. Aquilo ficou marcado na cabeça até hoje. E agora eu quero fazer o mesmo”, disse Paulo, completando que após sua infância difícil, veio para o Acre, onde fez sucesso com programas de TV/rádio e constituiu sua família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *