TARAUACÁ: VEREADOR DO PT DIZ QUE DECISÃO DE TROCAR CANDIDATURA A PRESIDÊNCIA DO PARTIDO FOI ANTIDEMOCRÁTICA

O Vereador do Partido dos Trabalhadores de Tarauacá, Antônio Araújo, conhecido popularmente por “Príncipe”, manifestou-se pela rede social Facebook, contrário à decisão da direção estadual de mudar a candidatura a presidente regional do partido. De acordo com o parlamentar a decisão foi arbitrária e sem consulta aos diretórios municipais.  O nome que estava em discussão era do dirigente Cesário Braga e foi trocado pelo Deputado Daniel Zen. 
Segundo informou o site AC24Horas, Zen  foi convencido pela cúpula petista a aceitar a missão, que antes tinha descartado por ser o líder do PT, na Assembléia Legislativa, o que tomaria muito o seu tempo. O governador Tião Viana e o prefeito Marcus Alexandre estiveram à frente das conversas com Zen. De acordo com o colunista Luiz Carlos Moreira Jorge Daniel, Daniel Zen é um dos quadros mais preparados do PT, uma das gratas surpresas políticas desta legislatura na Aleac e é do diálogo. 
O Vereador Príncipe defende o nome de Cesário para presidente Regional e afirma que o partido vive hoje uma crise e uma das razões é o fato das principais decisões passarem apenas por um pequeno grupo.  
Ontem tive um Conhecimento de uma decisão tomada por alguns membro do Partido dos Trabalhadores sobre a mudança da candidatura do nosso companheiro Cesario Campelo Braga para Presidente Regional do PT do Acre, pelo no do Deputado Estadual Daniel Zen. Tenho respeito pelo Deputado Zen, mas, não aceito a forma que a decisão foi tomada, sem reunir os diretórios municipais, filiados, para pelo menos a gente ser respeitado. Assim não se constrói uma unidade e nem o fortalecimento, em conjunto pelo um projeto. Nosso partido passa por grande dificuldade e crise e um dos motivos são decisões tomadas por pequenos grupos. Companheiro Cesário tem o meu respeito e meu apoio” , escreveu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *